Arroio do Meio Polícia

Horta do Presídio de Arroio do Meio é reativada

Servidores penitenciários responsáveis pela horta: Joel Führ, Andrea Minozzo e Rogério Tatsch (Foto: Divulgação)
Servidores penitenciários responsáveis pela horta: Joel Führ, Andrea Minozzo e Rogério Tatsch (Foto: Divulgação)

Repolho e cebola são algumas das verduras e legumes, além dos diversos tipos de temperos, plantadas na horta do Presídio de Arroio do Meio, reativada neste mês. São três apenados que trabalham na manutenção e ela é mantida por meio de uma parceria com o Conselho da Comunidade do município.

A horta, que possui 625 m², recebeu a plantação de cerca de 1,2 mil mudas, no entanto, inicialmente serão colhidas apenas algumas hortaliças, pois o resto das verduras e legumes ainda não estão prontas para colheita. A idéia é que quando a colheita for maior, os alimentos sejam doados para entidades carentes, como creches e asilos.

Segundo a administradora da casa prisional, Andréa Minozzo, a colheita ainda é pequena, mas já é possível complementar as cozinhas. “São inúmeros os benefícios da horta para o presídio, dentre eles destaca-se a variação de saladas no cardápio tanto dos detentos, quanto dos servidores penitenciários”, comenta. Além disso, ela mantém os presos ocupados, possibilitando a remição de pena.

A iniciativa é um trabalho conjunto dos servidores da casa prisional, administração e Conselho da Comunidade, parceiro do estabelecimento de longa data, auxiliando com recursos para aquisição de mudas, bem como materiais necessários para a manutenção e cultivo das plantas.

Texto: Ascom Susepe