Investimento Saúde Destaques Marques de Souza

Hospital de Marques de Souza investe R$ 250 mil em usina fotovoltaica

A Usina Fotovoltaica da Associação Hospitalar Marques de Souza começou a funcionar no sábado, 28. Por ano, os 142 módulos deverão gerar 80 mil kw, o suficiente para atender a demanda de energia na casa de saúde.

O investimento nas placas fotovoltaicas será de R$ 250 mil – desse valor são R$ 183 mil nos equipamentos e o restante em obras no entorno da usina. Todo o valor foi financiado pelo Sicredi e será pago em 10 anos. A empresa responsável pela obra foi a Nettelin Energia Solar e Engenharia.

Conforme o gerente administrativo Joel Zanella, a conta de luz hospitalar chegava a R$ 7 mil por mês. Já as parcelas do financiamento serão cerca de um terço desse valor. Outra vantagem citada por Zanella é que o custo das placas fotovoltaicas será pago em uma década, mas a garantia do equipamento é de 25 anos.

“É um investimento propício para o momento e rentável ao hospital”, ressalta. Presidente da associação hospitalar, Marco Aurélio Lima Trindade reforça que a instituição acompanha os avanços tecnológicos ao investir na energia solar e agradece a assessoria da equipe da Certel na busca da melhor solução à casa de saúde.

Os administradores citam ainda o caráter ambiental do projeto. Expectativa é deixar de emitir 25 toneladas de gás carbônico por ano graças à usino fotovoltaica.

 

Ampliação do hospital

Neste ano, a direção da casa de saúde investiu mais de R$ 200 mil em obras estruturais. A principal delas foi a reformulação da cozinha, devido exigências da Vigilância Sanitária. “Trocamos tudo, desde portas até a mobília. Foi gasto cerca de R$ 150 mil”, informa.

Outros investimentos foram na adequação nos vestiários e entrada dos funcionários (R$ 30 mil) e reformas no espaço dos consultórios (R$ 30 mil).

Para 2021, o hospital pretende dobrar a recepção para gerar mais comodidade aos pacientes e realizar obras com intuito de se adequar no Plano de Prevenção e Proteção Contra Incêndios (PPCI). Os investimentos devem chegar a R$ 600 mil.

Conforme Trindade, essas ações devem possibilitar a ampliação de atendimentos e vinda de mais especialidades e até da Unimed para a casa de saúde. “Estamos fazendo reformas que são de máxima urgência e também buscando qualificar o nosso atendimento”, reforça.

Atualmente, a casa de saúde atende cerca de 30 pacientes ao dia e possui 42 leitos. Os municípios abrangidos são Marques de Souza, Travesseiro, São José do Herval, Pouso Novo, Forquetinha, Canudos do Vale e Lajeado.

 

FONTE: A HORA