Saúde Cruzeiro do Sul

Inicia Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo

Vacinação contra o Sarampo busca inicialmente a tradicional imunização das crianças (Foto: Ministério da Saúde/Divulgação)

Primeira etapa se estende até o dia 25 de outubro.

Iniciou nesta segunda-feira, dia 7 de outubro, a Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo. A mesma será realizada em duas etapas.

A primeira etapa, iniciada ontem (7), que se estende até o dia 25 de outubro, será realizada a vacinação das crianças de seis meses a menores de cinco anos de idade – 4 anos, 11 meses e 29 dias – não vacinadas. O dia “D”, de mobilização nacional, será no sábado, dia 19.

Conforme informação repassada pela Secretaria Municipal da Saúde de Cruzeiro do Sul, a priorização deste grupo na primeira etapa deve-se à elevada incidência da doença nesta faixa etária, nos surtos registrados em 2019. As crianças menores de 5 anos apresentam maior risco de desenvolver complicações, tais como cegueira, encefalite, diarreia grave, infecções no ouvido, pneumonias e óbitos pelo sarampo.

Na segunda etapa – 18 a 30 de novembro – será realizada a vacinação de adultos jovens na faixa etária de 20 a 29 anos de idade. O dia “D”, de mobilização nacional, também será num sábado, dia 30. Nesta etapa priorizou-se esta faixa etária devido o expressivo número de casos confirmados.

Os profissionais da Secretaria ressaltam que o objetivo é vacinar seletivamente, ou seja, as crianças que não possuem a vacina. A campanha também servirá para colocar em dia outras vacinas atrasadas. Diante disso, pede-se a colaboração de pais ou responsáveis, que tragam as crianças juntamente com o cartão de vacina e cartão do SUS, para que assim se possa interromper a circulação viral e controlar a doença no país.

 

Intensificação contra a Febre Amarela

A Secretaria da Saúde de Cruzeiro do Sul lembra que juntamente com a campanha do Sarampo realiza a intensificação da vacina contra a Febre Amarela. A mesma é ofertada à população de 9 meses de idade a 59 anos, 11 meses e 29 dias, que não apresentem comprovação. Para pessoas com mais de 60 anos, que nunca foram vacinadas ou sem comprovante de vacinação, o médico deverá avaliar o risco/benefício da vacinação, levando em conta o risco da doença e o risco de eventos adversos pós-vacinação nessa população.

Os profissionais pedem que, em caso de dúvidas, as pessoas entrem em contato com as unidades de saúde e tragam suas carteiras de vacinação para serem analisadas.

 

Horários para os dias “D” em Cruzeiro do Sul

Os horários de atendimento para os sábados, dias “D”, são das 8h às 17h, sem fechar ao meio dia, na Unidade Básica de Saúde (UBS) Cleto Johner, localizada na Rua Santa Catarina, nº 295, que atende pelo telefone 3764-1309 e no posto dos grupo de Estratégia de Saúde da Família (ESF) Doutor Pereira, localizado na Rua Visconde do Rio Branco, 200, que atende pelo telefone 3764-2799.

 

Assessoria de Imprensa de Cruzeiro do Sul