Artigos - Saúde e Bem-estar

“Inverno: Sopas! Oba!” – por Eliana Giacobbo

eliana-giacobbo-nutricionista-coach-de-emagrecimento
Eliana Giacobbo (Foto: Divulgação)

“Os gaúchos é que são os fortes”. Realmente se formos falar em aguentar o clima aqui do Sul, realmente não é para qualquer um! Agora, por exemplo estamos entrando na estação fria do ano e a cada estação nós precisamos readaptar as refeições para que o nosso organismo siga em frente firme e forte, sem muitas surpresas.

No inverno nosso corpo sofre por enfrentar mudanças bruscas de temperatura que podem variar em torno de 20oC ou mais entre o interior e o exterior dos ambientes. A alimentação possui um papel importante para a manutenção de um organismo saudável, ou não, por isso é necessário valorizar ainda mais o que costumamos ingerir nesta estação.

Uma das preparações mais consumidas da estação fria são as sopas. Em diversas versões, sabores, texturas e cores, o que é inquestionável nesta época é que ela “precisa estar quentinha”.

Para as pessoas que estão “em dieta”, a sopa é consumida também no verão, pois é “menos calórica”. Mas será? Como já mencionei, existem várias maneiras de preparar uma sopa desde mais caseiras até as industrializadas ultraprocessada (só acrescentar água fervente e em 5 minutinhos está pronta).

Exatamente essas sopas de 5 minutinhos, na sua grande maioria, não são nada saudáveis, pois são ricas em sódio e realçador de sabor glutamato monossódico. Estes dois ingredientes colaboram para a retenção de líquido pelo organismo, consequentemente aumentam o peso corporal (líquidos) e ainda podem elevar a pressão sanguínea. Para quem está querendo eliminar peso é importante atentar para os ingredientes das sopas caseiras também, pois muitas delas são elaboradas a base de carboidratos (batata inglesa, massa, arroz, aipim, entre outros) e poucos vegetais. Consumir 2 a 3 pratos de sopa elaborada desta forma pode ser altamente calórica interferindo na silhueta de quem está querendo eliminar peso.

As melhores opções de sopa são as mais caseiras, elaboradas a partir de vegetais, podendo conter carnes magras e alguns grãos. Podem levar ingredientes como base, por exemplo: sopa de cenoura, sopa de ervilha verde, sopa de cebola, sendo opcional o acréscimo de apenas alguns vegetais e não levando nenhuma fonte de carboidrato na sua composição. Pode ser um caldo quente, que alimenta, nutre, aquece e mantém o organismo saudável e em forma, sem contar que fazer em casa, junto com a família é uma forma de unir, valorizar o aconchego e o calor humano.

Imagine o aroma de vegetais e temperos frescos invadindo a casa saindo da fervura da panela? O sal utilizado também faz diferença na saúde, mas esse já é outro assunto. Sopa saudável e quentinha: Por que não hoje?

Boa semana!!!

Eliana Giacobbo – Nutricionista Coach de Emagrecimento