Oportunidade Educação Estrela

Jovem Aprendiz de Estrela ganha reforço do Senac

Alunos que participação do Jovem Aprendiz com as autoridades presentes ao ato de assinatura do convênio

Programa que busca a capacitação socioeducativa e a inserção no mercado de trabalho trabalhará com 125 jovens entre 14 e 17 anos

O plenário da Câmara de Vereadores de Estrela ficou lotado na noite desta quarta-feira (08). Eram pais e outros familiares dos 125 alunos que a partir da próxima semana iniciarão a temporada 2019 do Programa Jovem Aprendiz. Desenvolvido pela Secretaria Municipal do Desenvolvimento Social, Trabalho e Habitação (Sedesth), o projeto agora ganha o reforço do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), em convênio de parceria assinado na noite de ontem.

A assinatura foi realizada pelo prefeito Rafael Mallmann, a diretora do Senac Lajeado, Etiene Azambuja, e o titular da Sedesth, José Itamar Alves. O ato foi prestigiado também pelos vereadores Felipe Schossler e Nelson Tillwitz; o diretor do Sistema Nacional de Empregos (Sine) Estrela, Roberto Cardoso; o coordenador do setor de Trabalho da Sedesth, Éder Follmann; João Carlos Schaffer, presidente da Apae; ainda representantes de escolas do município; Corpo de Bombeiros e de empresas parcerias do programa, como Luisa Hoff, da Conpasul. Realizado pela Sedesth desde 2017, o Jovem Aprendiz já capacitou mais de 210 jovens, sendo que destes 80% tiveram alguma experiência profissional em empresas parceiras, sendo que muitos são efetivados e seguem trabalhando. “Apenas na Conpasul já demos experiência a mais de 30 jovens sendo que alguns seguem conosco”, revela Luisa Boff. O prefeito frisa o investimento necessário nos jovens. “Não estamos apostando, e sim investindo nos jovens, e por consequência na família de vocês, em uma Estrela mais bonita e desenvolvida, em um País mais justo e igualitário.” Cardoso, do Sine, entidade que busca aproximar empresas dos jovens, atesta. “Devemos começar com eles, os mais novos. É neles que está a mudança, mas isso ainda depende de nossas mãos.”

Metodologia

Agora, o Jovem Aprendiz ganhará o abono do Senac, instituição fundada em 1946 e com vasta experiência como agente de educação profissional voltado para a comércio de bens, serviços e turismo do País. A diretora do Senac Lajeado, que atende a 41 municípios no Vale do Taquari, explica a contribuição. “Nós acreditamos que a experiência de décadas do Senac nesta área vai agregar muito ao programa, até mesmo pela própria metodologia diferenciada que adotamos para garantir a atenção destes jovens. Isto inclui trabalhar sempre com situações, vivências, onde o conteúdo teórico seja aprendido por meio de experiências, simulações que possam ser incorporadas ao dia a dia destes jovens, mais significativas do que apenas exemplos que não são de conhecimento ou da realidade deles.” O titular da Sedesth comemora. “É o reforço de uma parceria entre as partes que não vem de agora, e sim desde 2013, com cursos como do Pronatec. Trata-se de um investimento “hoje” que é a certeza de gastarmos menos ‘amanhã’ com combate a violência, drogas e outros males que nos atingem” Follmann, do Trabalho, lembra. “Antes as pessoas batiam na porta da Sedesth em busca de ajuda, alimentos. Agora nos buscam por desejar cursos, capacitações, empregos.”

Futuro

Participarão do Jovem Aprendiz, em 2019, inicialmente 125 adolescentes, já cadastrados. Entre estes Iasmyn Pereira Collares (15). A moradora do Bairro Boa União se diz entusiasmada. “Acredito que vou aprender a me expressar melhor, me vestir de forma correta, o que vai me ajudar a conseguir um emprego e contribuir em casa.” Sua avó, Vera Eunice Pereira (64), se mostra orgulhosa. “É uma menina inteligente, mas que precisa sim começar a pensar em trabalho, futuro. Fazer algo por ela, pela família dela.” Não é diferente do que pensa Kátia Silva (45), do Bairro das Indústrias, mãe de Eduardo José Martins (16), outro participante. “É um momento que não é bom para muita gente, de violência e tantos problemas. Quero que meu filho pense no amanhã dele, no futuro trabalho.” Ele completa. “Desejo aprender e me interessar por algo que possa ser minha futura profissão, pois quero trabalho logo para comprar minhas coisas por conta própria e ajudar em casa”, afirma.

Os jovens foram divididos em cinco turmas de 25 alunos cada. Estes ganharão a certificação após cinco encontros onde serão abordadas diversas temáticas através de oficinas e outros métodos. As reuniões ocorrerão sempre nas quartas-feiras, das 13h30min às 17h, na sala de reunião da Câmara de Vereadores. A turma de estreia terá sua primeira oficina no próximo dia 15 de maio. Mais informações na Sedesth (Rua 13 de Maio, nº 398) e pelo telefone 3981-1052.

 

Texto: Rodrigo Angeli
Fotos: arquivo
Assessoria de Imprensa Prefeitura de  Estrela