Investimento Meio Ambiente Destaques Lajeado

Lajeado inicia instalação de marco histórico das enchentes no Parque dos Dick

O conjunto de peças está sendo implementado ao lado do lago

O conjunto de peças está sendo implementado ao lado do lago

A Prefeitura de Lajeado, por meio das Secretarias do Planejamento e Urbanismo (Seplan) e de Obras e Serviços Públicos (Seosp), iniciou na sexta-feira (14), a instalação da “Régua linimétrica – Marco Simbólico da História das Enchentes de Lajeado”. O conjunto de peças está sendo implementado ao lado do lago do Parque Professor Theobaldo Dick.

Conforme o titular da Seplan, Giancarlo Bervian, a ideia de desenvolver este projeto, que foi elaborado pela arquiteta Rute Driemeier, pela desenhista Ângela Cunha e pela estagiária Camila Volken da secretaria, surgiu após Lajeado enfrentar sua quarta maior enchente da história, que atingiu a marca de 27,39 metros à 1h do dia 9/07 – a maior cheia em 64 anos. “Este marco tem um caráter informativo e educativo e, de forma visual, vai dar à população referências dos níveis das cheias históricas que já atingiram Lajeado e permitir fazer comparações em escala menor por meio de cores”, explicou Bervian.

A chamada régua linimétrica (instrumento que mede o nível da água em locais independende do relevo) está instalada em um poste de concreto, que foi colocado junto ao lago no início da noite desta sexta-feira. O poste é o primeiro passo do projeto: em escala normal, ele indicará a altura real que as cheias alcançaram no parque. Agora, junto ao poste, será executada um espaço de interação e contemplação da história das enchentes: uma série de pequenas hastes coloridas, em escala menor, indicarão o histórico das cheias de Lajeado, com o ano do acontecimento. Assim, as pessoas poderão ter uma noção visual de qual foi o impacto de cada cheia histórica na cidade. Futuramente, o layout do espaço permitirá dar continuidade ao projeto, conforme novas cheias forem surgindo.

A régua não servirá para acompanhar a evolução de novas cheias, justamente porque está instalada em um dos primeiros pontos da cidade a alagar. O objetivo do marco é dar a dimensão destes eventos naturais e deverá ser apreciado em condições normais do clima. Para o acompanhamento da evolução dos alagamentos, outros projetos estão em desenvolvimento. Está em estudo um sistema de software destinado à melhoria da qualidade de informação da Defesa Civil de Lajeado. Este sistema, associado a medições da evolução da cheia em pontos da cidade, permitirá acompanhar em tempo real o crescimento do nível do rio, a fim de permitir avisar as pessoas nas áreas de risco e evitar prejuízos sociais e de infraestrutura. Para isso, novas réguas linimétricas deverão ser instaladas em diversos pontos da cidade. Na próxima semana, a Associação Comercial e Industrial de Lajeado (Acil) também instalará um régua na parede lateral de sua sede, junto à calçada, na rua Benjamin Constant.