Artigos - Saúde e Bem-estar

“Lanchar? Precisa?” – por Eliana Giacobbo

Eliana Giacobbo (Foto: Divulgação)
Eliana Giacobbo (Foto: Divulgação)

Há muitos anos já vem sendo prescritos os lanches entre as refeições como colaboradores do emagrecimento, ou seja, uma das regras de ouro do emagrecimento é comer de três em três horas. Será isso realmente uma regra que deve ser seguida por todos, todos os dias?

Vamos pensar que não tomei café da manhã, pois não tinha fome e não lanchei na metade da manhã, pois também não senti fome, fui só comer no almoço, e comi uma quantidade normal ou ideal, por que iria engordar?

Por outro lado, eu tomo o café da manhã, sem fome, lancho na metade da manhã, mesmo não tendo fome, pois ficar muito tempo sem comer engorda, depois vou almoçar uma quantidade normal ou ideal, qual das duas situações tem mais chances de colaborar para o ganho de peso?

Certamente quem come mais vezes sem sentir fome, pois se não existe a fome, o organismo passa para o cérebro que está bem assim e não necessita de alimento naquele momento. Mas também preciso saber diferenciar entre a fome e a vontade de comer: a fome pode ser sentida em diferentes níveis entre o “neutro”, o “razoavelmente faminto” com o “morrendo de fome”, e dentre esses níveis podemos sentir o melhor momento para nos alimentarmos.

Se comemos sem sentir fome estamos colocando dentro do nosso organismo mais do que ele necessita para viver e o excesso é transformado em gordura. No outro extremo, se deixamos nosso organismo sem alimentos até sentir muita fome acabamos consumindo mais alimentos que o organismo é capaz de processar, sem contar que o excesso de fome faz a pessoa tomar atitudes inconscientes como consumir alimentos muito calóricos para enviar glicose para o cérebro rapidamente.

Também comendo excessivamente em uma refeição faz com que o indivíduo se sinta cansado, estufado e desanimado. Porém se decidimos comer quando estamos razoavelmente famintos vamos comer com mais tranquilidade e uma quantidade razoável também. É importante ressaltar que a pessoa que já fez muitas dietas, já passou por várias situações querendo eliminar peso e ser magra, pode não perceber esses sinais que o seu organismo está lhe passando e para que isso aconteça é importante buscar novamente a sintonia com sua própria fome para buscar o equilíbrio entre a fome e a vontade de comer.

Assim comendo somente quando sentir realmente que há necessidade podemos perceber que nem sempre precisamos de lanches, nem sempre precisamos de café da manhã, nem sempre precisamos de jantas, nem para emagrecer, nem para ganhar peso. Lanches? Só se tiver realmente fome!!!!!

Boa semana!!!

Eliana Giacobbo – Nutricionista Coach de Emagrecimento