Melhor Idade Coronavírus Lajeado

Lar de idosos em Lajeado promove encontros no portão para aproximar pais e filhos

O isolamento social está motivando a sociedade a novas formas de conexão.

Os lares de idosos que hospedam a população mais vulnerável para a Covid 19, estão se readequando a essa realidade. Esses locais não podem mais permitir a presença de familiares e muitos avós acabam sentido falta dos netos e filhos.

O Residencial Geriátrico Aliança em Lajeado, encontrou uma forma amorosa de contornar esta situação. Está promovendo os “Encontros no Portão”, uma oportunidade para familiares verem os pais com proteção e segurança e manter a conexão visual. Os vovós são levados para o pátio à espera para avistarem a família querida e os familiares permanecem no portão distribuindo acenos e gestos carinhosos.

“Essa é a melhor forma de promover os vínculos afetivos”, salienta a coordenadora do lar, Alana Auller, que sentiu que o evento fez bem para a autoestima de seus hóspedes. O primeiro encontro foi feito no Dia das Mães, quando dezenas de familiares compareceram.

Ela percebeu então que era preciso garantir a presença deles com ações similares e organizou outro evento. O segundo encontro ocorreu neste domingo, dia 14 de junho quando outras dezenas de pessoas se reuniram no portão para verem pais e avós. Foi um momento de conexão nesse novo mundo marcado pelo isolamento social.

Os balões brancos que foram colocados no pátio e os quais estavam com os vovôs, representam paz. A música foi o ponto forte, pois uniu e alegrou. Alana salienta que novos encontros estão previstos até o fim do isolamento.

 

 

Assessoria de Imprensa