Coronavírus Destaques Estrela

Mais de 10% da população vacinada

Com as ações realizadas no sábado e nesta segunda-feira, Estrela ultrapassa a marca. Novas imunizações ocorrem nesta terça (23) e quarta-feira (24)

O município de Estrela atingiu um importante marco nas últimas horas: mais de 10% da população habilitada a receber a vacina contra a Covid-19 já está com a primeira dose aplicada. E o percentual deve crescer com as demais ações programadas para esta terça (23) e quarta-feira (24), no Parque Princesa do Vale, no modelo drive thru. Ao todo, já foram vacinados 3,2 mil estrelenses com a primeira dose, e 1,1 mil com a segunda. Para o titular da Secretaria Municipal de Saúde, Celso Kaplan, o “Lelo”, trata-se de um grande momento. “É uma marca considerável e demonstra que estamos bem organizados e eficientes, e que a imunização de mais grupos deve ser agilizada com a chegada de novos lotes de vacinas”, calcula.

No sábado (20) pela manhã, a equipe da Saúde realizou a imunização de idosos com 72 e 73 anos ou mais. Ao todo foram mais de 350 doses aplicadas. A segunda dose para este grupo está programada para o dia 17/04. Nesta segunda-feira (22) a ação se repetiu, então para pessoas com 71 anos ou mais. Mesmo com a chuva, um grande número de veículos compareceu ao drive thru realizado para dar agilidade à operação e conforto aos pretendentes da dose, em atividade que mais uma vez contou com a colaboração de integrantes do Lions de Estrela. Seu Cleo Fornari (71) foi o primeiro entre os 236 que compareceram no dia a chegar ao parque, às 6 horas da manhã, quatro antes do início da operação. A ansiedade era tanta que, quando foi levar de fato a vacina, já estava sem camisa e com o celular na mão, pronto para registrar o momento. “Estou feliz e vacinado”, resumiu. A data da segunda dose para o grupo dos 71 anos também está definida: dia 19 de abril.

Próximas ações

A campanha de vacinação no município seguirá nos próximos dias. Nesta terça-feira (23) a etapa será exclusiva para profissionais das 14 categorias listadas e outorgadas pela nova orientação do Ministério da Saúde (Ofício Circular Nº 57/2021/SVS/MS) – ver abaixo –, entre eles odontólogos, médicos veterinários, fisioterapeutas e equipes de apoio. É obrigatório a apresentação de vínculo empregatício atualizado. Já na quarta-feira (24) será mais uma vez voltada à imunização da população em geral, então de pessoas na faixa etária dos 70 anos ou mais. Além de documento com nº do CPF, carteira de vacinação e uso de máscara, será exigido comprovante de residência. Isso para restringir a vacinação a quem de fato mora no município. As duas ações ocorrerão das 10h às 14h. Mais informações no Centro de Triagem Covid (3981-1098) e na Vigilância em Saúde (3981-1136).

Profissionais da Saúde

Entre os profissionais da saúde, estão aqueles de 14 categorias listadas e outorgadas pela nova orientação do Ministério da Saúde (Ofício Circular Nº 57/2021/SVS/MS). Considera-se trabalhadores da saúde a serem vacinados na campanha, os indivíduos que trabalham em estabelecimentos de assistência, vigilância à saúde, regulação e gestão à saúde; ou seja, que atuam em estabelecimentos de serviços de saúde, a exemplo de hospitais, clínicas, ambulatórios, unidades básicas de saúde, laboratórios, farmácias, drogarias e outros locais. Dentre eles, estão os profissionais de saúde que são representados em 14 categorias, conforme resolução n° 287, de 8 de outubro de 1998, do Conselho Nacional de Saúde (médicos, enfermeiros, nutricionistas, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, biólogos, biomédicos, farmacêuticos, odontólogos, fonoaudiólogos, psicólogos, assistentes sociais, profissionais da educação física, médicos veterinários e seus respectivos técnicos e auxiliares), agentes comunitários de saúde, agentes de combate às endemias, profissionais da vigilância em saúde e os trabalhadores de apoio (exemplos: recepcionistas, seguranças, trabalhadores da limpeza, cozinheiros e auxiliares, motoristas de ambulâncias, gestores e outros). Inclui-se, ainda, aqueles profissionais que atuam em cuidados domiciliares (exemplos: programas ou serviços de atendimento domiciliar, cuidadores de idosos, doulas/parteiras), funcionários do sistema funerário, Instituto Médico Legal (lML) e Serviço de Verificação de Óbito (SVO) que tenham contato com cadáveres potencialmente contaminados e acadêmicos em saúde e estudantes da área técnica em saúde em estágio hospitalar, atenção básica, clínicas e laboratórios.

Os trabalhadores que atuam nos estabelecimentos de serviços de interesse à saúde das instituições de longa permanência para idosos (ILPI), casas de apoio e cemitérios serão contemplados nos grupos trabalhadores da saúde e a recomendação é que também sejam vacinados.

Informa-se que os trabalhadores dos demais estabelecimentos de serviços de interesse à saúde (exemplos: academias de ginástica, clubes, salão de beleza, clínica de estética, óticas, estúdios de tatuagem e estabelecimentos de saúde animal) NÃO serão contemplados nos grupos prioritários elencados inicialmente para a vacinação.

 

 

Ascom Estrela