RS RSS Rural Fazenda Vilanova

Mais de 200 pessoas prestigiam dia de campo em Produção de Tilápias em Fazenda Vilanova

O objetivo foi proporcionar informações sobre a criação intensiva de tilápias, desenvolver regionalmente a piscicultura e oportunizar a troca de experiências entre os envolvidos (Foto: Divulgação)

Um público de mais de 200 pessoas de cerca de 30 municípios participou nesta quinta-feira (16/08) do primeiro dia de campo em Produção de Tilápias de Fazenda Vilanova. A atividade, realizada pela Emater/RS-Ascar e Prefeitura, ocorreu na unidade municipal da Piscicultura Dalferth, na localidade de Colônia Cardoso. O objetivo do evento foi o de proporcionar informações sobre a criação intensiva de tilápias, desenvolver regionalmente a piscicultura e oportunizar a troca de experiências entre os envolvidos.

Na ocasião foram oito estações de trabalho em que foram discutidos temas, como, manejo da criação e biometria, qualidade da água, probióticos e fatores químicos, períodos de cultivo, equipamentos, alimentação, análise de custos de produção e mercado, negócios e licenciamento ambiental. Cada etapa foi ministrada por representantes de universidades, de empresas ligadas ao setor e por extensionistas da Emater/RS-Ascar. Um segundo dia de campo nos mesmos moldes será realizado nesta sexta-feira (17/08), no mesmo local, a partir das 8h.

Para o assistente técnico regional de Sistema de Produção Animal da Emater/RS-Ascar, João Sampaio, a atividade procura englobar todas as etapas que envolvem a criação de tilápias, inicando na preparação do viveiro e no seu povoamento, passando pelos índices de qualidade de água e pela quantidade de ração necessária para o tratamento dos peixes, até chegar na comercialização. “A intenção é a de promover um evento completo e que dialogue com a realidade dos produtores que tenham interesse na atividade”, analisa.

A carência de informações de qualidade e mais “tecnificadas” também justifica a realização dos dois dias de campo, de acordo com Sampaio. “Diferentemente do que ocorre com o policultivo de carpas, na produção de tilápias há uma necessidade maior de atenção do produtor a aspectos para além daqueles relacionados ao ambiente”, destaca. A sócia-proprietária da Piscicultura Dalferth, Janaína Dalferth, concorda com o técnico. “O que a gente percebe é que os produtores estão precisando de informações de qualidade”, comenta.

Para Janaína a intenção da atividade também é a de divulgar a produção de tilápias, envolvendo todas as etapas da cadeia produtiva – que vai da compra de alevinos de qualidade até chegar à venda. Com 20 anos de tradição no mercado, a Piscicultura Dalferth comercializa alevinos de tilápias há quatro anos para todo o Estado. “A gente percebe que há um aumento desta demanda, então se torna importante conhecer uma estrutura como a que temos aqui, que conta com laboratórios para a coleta de ovos e para a classificação”, salienta a produtora.

Para o aposentado Elton Inácio Weber, de São Sebastião do Caí, a oportunidade de trocar experiências e conhecer novas tecnologias motivam a participação na atividade. Com três açudes em sua propriedade, comercializou no último ciclo 1,5 toneladas de tilápias, número que ele acredita que pode crescer, com um maior equilíbrio no que diz respeito a limpeza dos viveiros, ao povoamento adequado e quantidade correta de ração. “Se a gente faz as coisas da forma correta, conseguimos reduzir custos e aumentar a produtividade”, finaliza.

Organizado pela Prefeitura de Fazenda Vilanova, Emater/RS-Ascar e Piscicultura Dalferth, o evento têm o apoio das universidades Federal de Santa Maria (UFSM), Federal do Rio Grande do Sul (UFGRS) e Estadual de Maringá (UEM) e das empresas Le Gour, RF Equipamentos, Schwertner Fishing, Biotecnal, natupeixe, Cislaghi Peixes e Frigorífico de Peixes Scheer. Mais informações podem ser obtidas no escritório municipal da Emater/RS-Ascar de Fazenda Vilanova ou pelo telefone (51) 3613-1124.

Texto: Ascom Emater/RS-Ascar – Regional de Lajeado