Educação Teutônia

Mais de 900 pessoas prestigiam Sons do Outono no Colégio Teutônia

Orquestra formada por todos os integrantes do Sons do Outono (Foto: Leandro Augusto Hamester)
Orquestra formada por todos os integrantes do Sons do Outono (Foto: Leandro Augusto Hamester)

A música auxilia a desenvolver a mente humana, promove o equilíbrio, proporciona um estado agradável de bem-estar, facilitando a concentração e o desenvolvimento do raciocínio, além da criatividade e da comunicação. Com esse respaldo, o Colégio Teutônia realizou no dia 14 de maio a 4ª edição do Sons do Outono. Iniciando ainda na parte da manhã com a participação de 15 grupos de diferentes municípios, totalizando 215 instrumentistas, o ponto alto da programação ocorreu ao anoitecer, com o concerto da grande orquestra no Auditório Central do CT, reunindo mais de 900 pessoas, entre instrumentistas e comunidade.

Além da qualidade musical e performance da orquestra composta por todos os instrumentistas presentes, a solidariedade também marcou esta edição do Sons do Outono, que arrecadou alimentos que serão doados ao Hospital Ouro Branco (HOB), de Teutônia.

Com organização do Projeto de Música do CT, participaram do evento o anfitrião Conjunto Instrumental do Colégio Teutônia, Orquestra Municipal de São Vendelino, Orquestra Municipal de Linha Nova, Orquestra Municipal de Barão, Conjunto Instrumental do CEAT (Lajeado), Grupo Instrumental de Colinas, Grupo Instrumental de Novo Paraíso (Estrela), Grupo Instrumental da Linha Wink (Estrela), Orquestra do Colégio Martin Luther (Estrela), Grupo Instrumental da Escola Municipal Princesa Isabel (Arroio do Meio), Grupo Instrumental de São José do Sul, Grupo Instrumental de Alto Feliz, Orquestra Jovem do SESI (Lajeado), Orquestra do Colégio Gustavo Adolfo (Lajeado) e Grupo de Instrumentistas do Vale dos Sinos (Novo Hamburgo). Além desses, ainda participaram, de forma independente, instrumentistas das cidades de Portão, Bento Gonçalves, Presidente Lucena, Ivoti e Sapiranga.

O Sons do Outono também teve a participação do maestro convidado Djeison E. Borges, de Novo Hamburgo, que desenvolveu trabalho especial com os instrumentistas e ainda esteve na regência da grande orquestra do Sons do Outono, aplaudida de pé pelo público.

“Estou muito feliz em fazer parte das atividades do Sons do Outono, uma forma de valorização da música que o Colégio Teutônia desenvolve muito bem, possibilitando o amadurecimento musical e social desses instrumentistas, cada um no seu espaço. Parabéns à organização. Como um apaixonado pela música e pela regência, só quem se identifica com essa arte sabe e sente como é bom trabalhar a música em conjunto”, avaliou Borges.

Valorização da vida

O diretor do Colégio Teutônia, Jonas Rückert, agradeceu a presença de todos e o envolvimento voluntário da comunidade com a doação de alimentos, que serão entregues ao Hospital Ouro Branco. “Precisamos nos importar com o que realmente tem valor, que é a vida. Sabemos que os donativos arrecadados em benefício do hospital de Teutônia não darão conta da necessidade, mas fazem a diferença”, disse, acrescentando que a música reacende um dos melhores sentimentos do ser humano, que é a esperança. “Descrever a música em sentimentos é impossível, mas é possível vivenciá-la. Este é um dos compromissos da educação, gerindo e gerando oportunidades. A cada edição do Sons do Outono lançamos uma nova semente do bem, cuidando de nossas crianças e jovens”, concluiu.

Próximos eventos

A 5ª edição do Sons do Outono já está programada. Será no dia 13 de maio de 2017, na expectativa de chegar a mil instrumentistas na soma de cinco edições do evento. Também em 2017, no mês de julho, ocorre a 3ª edição do Festival de Música de Teutônia, destinado a estudantes de música e ao público em geral, oportunidade de aperfeiçoamento por meio de oficinas de instrumentos, da prática de conjunto e de concertos gratuito abertos à comunidade.

Antes disso, no período de 18 a 20 de agosto o Colégio Teutônia, o Colégio Martin Luther (Estrela) e o Colégio Evangélico Alberto Torres (Lajeado) promovem o 35º Encontro Nacional de Conjuntos Instrumentais (Encore) e do 16º Encontro Nacional de Corais (Encorse) da Rede Sinodal de Educação. As três escolas serão sedes dos eventos, nesta que será a primeira oportunidade em que o Encore e o Encorse serão realizados no mesmo período em três educandários de uma mesma região. A programação é uma das ações de comemoração dos 500 anos da Reforma Luterana e a expectativa é de que cerca de 700 jovens instrumentistas e cantores estejam em Teutônia, Estrela e Lajeado no mês de agosto.

Texto: Assessoria de Imprensa do Colégio Teutônia