Artigos - Educação

Marketing da Apae é tema de tcc

Fabiana iniciou o curso em 2014 (Fotos: Arquivo pessoal)

Com o intuito de levar esclarecimentos à comunidade, Fabiana Strada, formada no curso Técnico em Administração, viu no Trabalho de Conclusão de Curso a oportunidade de divulgar a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae ) de Encantado. “Foi através de conversas com amigos e familiares que percebi a falta de conhecimento sobre a importância da escola, dos serviços prestados e qual o público alvo. Falta informação”, afirma.

O trabalho, para coleta de dados e desenvolvimento, foi baseado em pesquisas feitas com três grupos distintos de pessoas. “A pesquisa foi aplicada com familiares de pacientes atendidos na instituição, no serviço de Estimulação Precoce, com os colaboradores e pessoas que não tinham nenhum contato com a Apae”, conta.

Por ser funcionária da entidades, Fabiana teve fácil acesso na busca de informações e coleta de dados, porém a ausência de conteúdo bibliográfico para embasar seu referencial teórico foi o obstáculo encontrado no processo. Todavia, esse empecilho foi apenas um detalhe. “No final alcancei meus objetivos. Pude constatar a falta de informação sobre a APAE e, como consequência, que gera certo preconceito na busca por seus serviços quando necessário”, relata.

No entanto, após apresentar o resultado do levantamento, toda equipe visa coletivamente contornar essa falha. Segundo Fabiana, a instituição pretende, através de ações que já vem sendo realizadas ao longo do ano, envolver cada vez mais a comunidade a fim de tornar a escola e seus serviços mais visíveis. “Além disso, buscamos manter sempre atualizada e ativa nossa página no facebook”, comenta.

A auxiliar administrativa iniciou o curso em 2014. No sábado (20) recebeu o canudo junto com os demais colegas. Conforme ela, a formação lhe dá a oportunidade de atuar em qualquer empresa ou até mesmo começar o próprio negócio. “É um curso que te habilita e da segurança para atuar na área da Administração. Ao realizar meu trabalho junto a Apae percebo a diferença ao obter um conhecimento mais aprofundado”. Além disso, agradece a escola pela acolhida e por fazer parte dessa etapa em sua vida. “Quero agradecer a LUMECEP pela oportunidade e pelos ótimos professores que tive no decorrer do curso inteiro. Uma equipe qualificada e sempre a disposição dos alunos com certeza faz a diferença em qualquer instituição”, enaltece.

“Iniciativas como essa potencializam a nossa instituição”

A diretora da escola, Stéfanie Casagrande, afirma ser importante iniciativas como de Fabiana. “Todo o tipo de pesquisa é necessário e importante. Para nós, por sermos uma instituição voltada para a educação, isso se potencializa. Além disso, o interesse do funcionário em levar para a sua formação a vivencia que tem no seu cotidiano, demonstra o envolvimento, sintonia e interesse da equipe, fundamental para a realização de um bom trabalho”, afirma.

Desde o primeiro contato, a equipe Apae se prontificou em ajudar Fabiana, pois havia o interesse da instituição em saber como a comunidade enxerga o trabalho que é prestado. “Ficamos curiosos e motivados com a pesquisa e levantamento de dados que foram feitos, por isso com muito entusiasmo e satisfação oferecemos o aporte necessário a ela”, conta.

Além disso, segundo Stéfanie, ao final do processo, pode se confirmar as hipóteses iniciais. “Alguns dos dados levantados na pesquisa da Fabiana nos deixaram em alerta. Apesar de toda a movimentação e divulgação do trabalho da APAE para que as pessoas que necessitam do serviço possam busca-lo, ainda estamos longe de atingir grande parte da população. Há pouco conhecimento na área e ainda muito preconceito”, lamenta.

 Saiba mais 

Apae atende cerca de 115 alunos de sete municípios da região

A Apae Encantado, mantenedora da Escola Especial Recanto Encantado, foi fundada em 28 de dezembro do ano de 1971, com o objetivo de prestar atendimento à crianças, jovens e adultos com deficiência, na área pedagógica, clínica e social, promovendo o desenvolvimento integral do aluno, respeitando os limites de sua capacidade, visando a formação de sua personalidade para melhor convivência familiar e social.

A instituição oferece ainda a seus alunos, atendimento especializado na área de serviço social, psiquiatria, clínica geral, psicologia, fonoaudiologia, fisioterapia, terapia ocupacional, psicopedagogia, neurologia e estimulação precoce, além da realização de projetos na área de prevenção, profissionalizante (Projeto Empregabilidade), música, teatro e tecnológica (informática).

A Apae é uma entidade sem fins lucrativos que atualmente atende cerca de 115 alunos dos municípios de Encantado, Doutor Ricardo, Muçum, Nova Bréscia, Vespasiano Corrêa, Coqueiro Baixo e Roca Sales.

Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 3751-1947 ou acompanhadas pela fan page: facebook.com/apaeencantado/.

Texto: Portal Região dos Vales