Social Saúde Destaques Colinas

Mateada celebra Setembro Amarelo

Prevenir o suicídio. Com esse intuito, a Administração Municipal de Colinas, através da Secretaria Municipal de Saúde, está programando uma Mateada Pública para o dia 12 de setembro.

O evento, que tem como lema a frase “Juntos somos mais fortes”, ocorre na Praça dos Pássaros, a partir das 14h e faz parte do Setembro Amarelo, mês de conscientização e prevenção ao suicídio.

O público interessado em participar pode levar seu chimarrão. Na oportunidade o Grupo Terapêutico estará presente para um bate papo e troca de informações.

Saiba mais

Setembro Amarelo é uma campanha brasileira de prevenção ao suicídio, iniciada em 2015. É uma iniciativa do Centro de Valorização da Vida (CVV), do Conselho Federal de Medicina (CFM) e da Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP). O mês de setembro foi escolhido para a campanha porque internacionalmente o dia 10 de setembro é o Dia Mundial de Prevenção do Suicídio. A ideia é promover eventos que abram espaço para debates sobre suicídio e divulgar o tema alertando a população sobre a importância de sua discussão.

Segundo dados da Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP), mais de 1 milhão pessoas morrem por suicídio a cada ano em todo o mundo, o que equivale a uma morte a cada 40 segundos. A cada três segundos, uma pessoa atenta contra a própria vida. Por isso, milhões de pessoas são afetadas por casos de suicídio a cada ano, incluindo o luto.

Em 2012, o suicídio foi a segunda maior causa de morte entre os 15 e 29 anos de idade, em todas as regiões do mundo. No mesmo ano, 75% dos suicídios ocorridos no mundo foram em países de baixa e média renda. Também em 2012, o suicídio foi responsável por 1,4% de todos os óbitos no mundo, ocupando o 15º lugar entre as principais causas de morte.

Coeficientes de mortalidade por suicídio são estimados em número de suicídios para cada 100 mil habitantes, ao longo de um ano. O do Brasil gira em torno de 11,4 (15 em homens; 8,0 em mulheres). Esse índice pode ser considerado baixo, quando comparado aos de outros países. O leste da Europa, por exemplo, possui coeficiente 27, enquanto o mundo apresenta taxa de 14,5.

Foto: Divulgação
Assessoria de Imprensa de Colinas