Governo Destaques Mato Leitão

Mato Leitão em diálogo sobre o pedágio

O prefeito Carlos Alberto Bohn participou de audiência na segunda-feira à tarde (2) com o secretário Extraordinário de Parcerias, Leonardo Busatto, para tratar do modelo do plano de concessão de rodovias que inclui a RSC-453, envolvendo Venâncio Aires, Mato Leitão, Cruzeiro do Sul e Lajeado.

O encontro, no Centro Administrativo Fernando Ferrari (CAFF), reuniu também Rafael Ramos que atua como diretor de Concessões e Parcerias Público-Privadas e os prefeitos Danilo José Bruxel (Arroio do Meio) e Marcelo Caumo (Lajeado). Na ocasião, Carlos Bohn reafirmou a posição contrária de Mato Leitão para receber a praça de pedágio, atualmente localizada em Cruzeiro do Sul.

Bohn citou vários fatores que não justificam a troca de local como a interrupção de estradas de acessos para Boa Esperança Alta e Conceição; transferência do problema de um município para outro; inviabilidade para uma nova troca de local com poucos quilômetros de distância em pouco tempo e por ser região com várias rotas de fuga. “se a troca de local da praça de Cruzeiro do Sul for baseada em critérios técnicos não haverá justificativa que se leve adiante essa ideia”, disse Carlos Bohn.

Na conversa com os prefeitos, Leonardo Busatto destacou que o objetivo é concluir uma proposta de edital até o final deste mês para ser apresentada ao governador Eduardo Leite. Antecipar investimentos em trechos urbanos, a partir do terceiro ano de concessão, é uma das questões prioritárias na proposta em tramitação no governo estadual. Busatto também citou que o grande fluxo de veículos na RSC-453 e possíveis investimentos em melhorias serão observadas pela equipe técnica.

DUPLICAÇÃO

Carlos Bohn, juntamente com os prefeitos Marcelo Caumo e Danilo Bruxel defendem que as melhorias na RSC-453 deverão ser priorizadas no plano de investimentos que fará parte da concessão. “A rodovia é a ligação entre a RSC-287 e BR-386, ligando os vales do Rio Pardo e Taquari. O fluxo de veículos é muito grande e precisa de atenção especial. Devemos nos mobilizar para que a rodovia esteja entre as primeiras a receber as obras de duplicação. Antecipar a duplicação deste trecho da RSC-453 certamente irá acelerar o processo de desenvolvimento da região dos vales”, afirmou.

ISENÇÕES

Um dos pontos polêmicos no novo edital é o corte de isenções para moradores nas proximidades das praças de pedágio. Busatto revelou que deverá ter um estudo sobre a possibilidade da criação de um Fundo de Compensação Financeira para ressarcir os municípios onde estão localizadas as praças. “Equipe técnica está avaliando essa possibilidade”, disse.