Vale do Taquari Destaques Mato Leitão

Mato Leitão: Lockdown entre 20h de hoje e 5h da próxima segunda-feira

Mato Leitão vai aumentar restrições a partir desta sexta-feira (5) com o objetivo de restringir a circulação de pessoas para evitar a propagação da Covid-19. Fica proibida a circulação de aglomeração de pessoas em qualquer ponto do município.

O ‘lockdown’ vai entrar em vigor às 20h de hoje e seguirá até 5h da segunda-feira, 8 de março. Medida semelhante está sendo implantada em toda a região do Vale do Rio Pardo. Um decreto municipal com restrições de atividades comerciais, de prestação de serviços e industriais não essenciais será publicado pela Prefeitura nas próximas horas. O governo do Estado também prepara novo decreto para hoje ou amanhã.

A implantação de novas restrições foi discutida numa reunião hoje pela manhã (5) entre o prefeito Carlos Alberto Bohn, integrantes de diversos órgãos municipais e da Associação Comercial e Industrial (ACI). Os supermercados, fruteiras, açougues e padarias ficam autorizados a funcionar até 20h do sábado, mas ficam proibidos de abrir no domingo, dia 7. As indústrias que desempenham atividades não essenciais estão expressamente proibidas de funcionar.


ÍNDICES

Mato Leitão, diante do número de casos positivos, apresenta a pior incidência Covid-19 da região do Vale do Rio Pardo. Para cada 1.000 pessoas são 80 infectadas. O último levantamento da Secretaria Municipal de Saúde aponta 388 casos positivos, sendo 28 ativos neste momento.


AMVARP

O objetivo do lockdown é impedir a circulação de pessoas sem necessidade e diminuir a transmissão do coronavírus. Os órgãos se segurança municipais e estaduais estarão autorizados a abordar os cidadãos que estiverem na rua descumprindo as regras.

A Amvarp reforça o apelo à comunidade para que se mantenha atenta às normas de proteção e isolamento. A decisão de implementar lockdown regional foi tomada pelos prefeitos diante taxa de ocupação de 120% dos leitos de UTI Covid.


FARMÁCIAS E COMÉRCIO DE GÊNEROS ALIMENTÍCIOS

Poderão operar com os protocolos estabelecidos em bandeira preta, limitados, em qualquer situação:

– supermercados: 16 clientes simultâneos.

– minimercados: 8 clientes.

– farmácias: 3 clientes.

– casas de carnes, açougues e padarias: 3 clientes simultâneos.


GRAVE

A situação da pandemia em Mato Leitão e região é considerada muito grave. A ocupação dos leitos UTI do Hospital São Sebastião Mártir (HSSM) é de 143% e leitos clínicos de 246%, além de uma extensa fila de espera. A direção da casa de saúde confirmou a superlotação hospitalar, tanto na UTI quando nos leitos Covid, inclusive na Emergência e UPA Venâncio Aires.

Assessoria de Imprensa de Mato Leitão