Arroio do Meio RSS Rural - Agricultura Destaques

Meliponicultura será tema de Seminário Regional em Arroio do Meio

(Foto: Divulgação)
Cerca de 400 pessoas devem participar do evento (Foto: Divulgação)

Com o objetivo de promover a troca de informações entre criadores de abelhas sem ferrão, a Associação dos Meliponicultores do Vale do Alto Taquari (Amevat), a Emater/RS-Ascar e a Prefeitura de Arroio do Meio programam para no dia 27 de outubro a 8ª edição do Seminário Regional de Meliponicultura. A programação, que conta com o apoio da Articulação em Agroecologia do Vale do Taquari (AAVT) e da cooperativa Sicredi, ocorre no CTG Querência do Arroio do Meio, no bairro São José, a partir das 08h30min.

Para o Seminário são aguardadas cerca de 400 pessoas de diversos municípios do Estado. Além de palestras técnicas e oficinas práticas – com temas como controle alternativo de pragas, divisão e multiplicação de colmeias e coleta e processamento dos produtos das abelhas sem ferrão –, o evento contará com exposição de enxames e de modelos de caixas, além de distribuição de mudas e de estacas, degustação de mel e comercialização de enxames de espécies nativas.

Para o assistente técnico regional da área de Apicultura e Meliponicultura da Emater/RS-Ascar, Paulo Conrad, o Seminário itinerante, a cada ano, se consolida como uma excelente oportunidade para a aquisição e a troca de conhecimentos. “Nunca é demais lembrar que as abelhas sem ferrão são fundamentais para a manutenção do meio ambiente, por serem polinizadoras”, comenta. “Nesse sentido é uma atividade que está muito mais relacionada ao equilíbrio dos ecossistemas do que com grandes retornos financeiros”, analisa.

Inscrições para a atividade podem ser realizadas no Escritório Municipal da Emater/RS-Ascar de Arroio do Meio, pelo telefone (51) 3716-1180 ou ainda pelo e-mail emarroio@emater.tche.br. Mais informações podem ser obtidas pelos mesmos meios. O Seminário é aberto a toda a comunidade.

Programação
8h30min – Recepção e inscrição
9h – Abertura
9h20min – Meliponicultura e profissionalismo: propostas de manejo – José Carlos Haas (meliponicultor)
9h45 – Controle alternativo de pragas – Lauro Bernardi (Emater/RS-Ascar)
10h10min – Intervalo
10h15min- Coleta e processamento dos produtos das abelhas sem ferrão / Agrotóxicos – Dra. Generosa Souza Ribeiro
12h30min – Almoço
14h – Oficina confecção e transferência de iscas
14h45min- Oficina divisão e multiplicação de colmeias
15h15min – Oficina alimentação das abelhas sem ferrão
(Oficina permanente: controle alternativo de pragas)

Texto: Ascom Emater