RS RSS Rural

Ministério da Agricultura vai suspender importação de leite do Uruguai para averiguações

A informação é do ministro adjunto do Mapa, Eumar Novacki, em resposta ao pedido de investigação feito pelo RS (Foto: Alexandre farina/Seapi)
A informação é do ministro adjunto do Mapa, Eumar Novacki, em resposta ao pedido de investigação feito pelo RS (Foto: Alexandre farina/Seapi)

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) deve suspender a importação de leite e derivados do Uruguai, para que seja investigada a entrada do produto no Brasil. A informação é do ministro adjunto Eumar Novacki. O pedido de investigação foi reiterado, na terça-feira (10), pelo secretário da Agricultura, Pecuária e Irrigação, Ernani Polo, durante visita a Brasília.

O documento, assinado também pela Federação da Agricultura do Rio Grande do Sul (Farsul) e a Federação dos Trabalhadores na Agricultura no Rio Grande do Sul (Fetag), solicita ao Ministério a verificação de uma possível triangulação na importação de leite e derivados do Uruguai. A suspeita de irregularidade surgiu a partir de dados sobre o volume exportado para o Brasil e o consumo interno. A soma supera em mais de 50 milhões de litros a produção total do país vizinho.

“Conseguimos com que o governo federal se mostrasse sensível a esse problema e verifique se está ocorrendo algo de errado, pois a situação dos produtores de leite do Estado já é bastante difícil”, disse o secretário Ernani Polo. O mesmo pedido foi protocolado no Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC).

Status sanitário
O secretário Ernani Polo também protocolou, no Mapa, o pedido de auditoria para avaliar as condições de defesa agropecuária do Rio Grande do Sul. O objetivo é verificar o cumprimento das metas estabelecidas no Plano Nacional de Erradicação da Febre Aftosa, para que o Rio Grande do Sul possa avançar em seu status sanitário. Ainda na área de sanidade, o secretário entregou ofício solicitando soluções para a falta de antígenos para teste de brucelose e tuberculose.

Embargo do Chile
Também foi entregue um pedido de suspensão de embargo do Chile para carne de aves brasileiras, que se estende desde 2006. O pleito vai fazer parte da pauta da reunião da Organização Mundial do Comércio, em novembro.

Aquisição de leite
Com o ministro do Desenvolvimento Social e Agrário, Osmar Terra, a comitiva gaúcha tratou das aquisições de leite UHT e em pó, pelo governo federal. O ministro afirmou que será feito um estudo sobre a disponibilidade de recursos para a compra.

Conclusão de barragens
Ainda em Brasília, Ernani Polo se reuniu com a bancada gaúcha na Câmara dos Deputados para solicitar emendas parlamentares que garantam recursos para a conclusão das barragens dos arroios Taquarembó e Jaguari, na Região da Campanha.

Além do secretário Polo, a comitiva gaúcha também contou com os deputados federais Alceu Moreira, Dionilso Marcon e Luiz Carlos Heinze; os deputados estaduais Adolfo Brito, presidente da Comissão de Agricultura da Assembleia Legislativa, Gilmar Sossela e Zé Nunes; o presidente da Famurs, Salmo Dias de Oliveira; o presidente do Sindilat, Alexandre Guerra; o presidente da Apil, Wladimir Dalbosco; o presidente do Fundesa, Rogério Kerber; o presidente da Federarroz, Henrique Dorneles; o vice-presidente do IGL, Mário Nascimento; o vice-presidente da Fetag, Nestor Bonfanti; e o assessor técnico do Irga, José Carlos Pires.

Texto: Ascom RS