RSS Obras Westfália

Moradores aprovam execução do projeto de calçadas de passeio na Avenida Henrique Uebel

Moradores da Avenida Henrique Uebel participaram da reunião e aprovaram a execução do projeto (Foto: Divulgação)
Moradores da Avenida Henrique Uebel participaram da reunião e aprovaram a execução do projeto (Foto: Divulgação)

Na  segunda-feira (30), a Administração Municipal de Westfália reuniu-se com moradores da Avenida Henrique Uebel, na Casa da OASE, para esclarecer detalhes da execução do projeto de calçadas de passeio. Elaborada pelo Setor de Arquitetura e Engenharia, a proposta visa calçar a via dos dois lados, colocando calçadas onde não há e reformando aquelas que apresentam perigos à locomoção de pedestres.

O projeto, que teve sua execução aprovada pelos munícipes, será realizado no trecho compreendido entre a residência de Sônia Dörr e a moradia de Nelson von Mühlen. Nos locais onde a calçada está em boas condições, não será mexido. Para o prefeito Otávio Landmeier, a obra é de suma importância para oferecer mais segurança aos pedestres. “E, além disso, como esta é a principal via, nosso Município ficará com uma aparência mais bonita para receber aos visitantes”, observou.

Aprovada a execução do projeto, a Administração Municipal procederá com a licitação da obra. Conforme Landmeier, a intenção é expandir o projeto das calçadas de passeio para outras ruas do Município. “Vamos por etapas. Não dá para fazer tudo de vez. Mas, sem dúvidas, queremos expandir esse projeto para outras ruas também”, salientou.

A reunião ainda serviu para tratar da contribuição de melhoria de um trecho asfaltado recentemente na Avenida Henrique Uebel. Na oportunidade, os munícipes também apresentaram sugestões de melhorias à Administração Municipal, como, por exemplo, o encurtamento de trevos nas esquinas para facilitar o trânsito de caminhões e carretas.

Contribuição de melhoria
As calçadas de passeio serão custeadas através de contribuição de melhoria, onde os moradores participarão com 50% do valor da obra e os outros 50% serão suportados pelos cofres públicos municipais. No entanto, apenas proprietários de terrenos onde não há calçamento terão que arcar com a metade do valor referente à metragem em frente às suas residências. Nos locais onde são necessários apenas alguns reparos, não haverá cobrança.

Na reunião, os munícipes já puderam ter uma noção aproximada do valor a ser pago, tomando por base a última licitação feita. O valor poderá ser pago em parcela única, com um desconto de 10%, ou de forma parcelada, com parcelas mínimas de R$ 73,08. No entanto, o valor final será apresentado aos contribuintes, em uma nova reunião, quando a obra estiver concluída.

Texto: Portal Região dos Vales/Ascom Westfália