Social Santa Clara do Sul

Moradores se unem por uma vizinhança solidária

Projeto voltado à segurança e bem-estar da comunidade foi apresentado no Legislativo

Jonas Marques usou o espaço da tribuna para apresentar o funcionamento da iniciativa

Representantes do loteamento Parque das Flores (antigo Condomínio Andreza) participaram da sessão do Legislativo realizada na semana passada, dia 24 de abril. Na oportunidade, o fundador do projeto Vizinhança Solidária, Jonas Marques, usou o espaço da tribuna para apresentar o funcionamento da iniciativa. Ele é um dos 19 responsáveis por desenvolver a ação na comunidade. O objetivo é melhorar a qualidade de vida e resgatar o espírito da boa vizinhança, trazendo segurança e bem-estar aos moradores.

Marques destacou que o projeto surgiu da necessidade da criação de um canal de comunicação pelo WhatsApp entre os vizinhos, principalmente após o momento em que foi registrada uma série de roubos e assaltos na comunidade. “Buscamos trabalhar a segurança preventiva, estimulando a unidade cada vez maior entre os moradores, uns ajudando os outros. Quando observamos algum sinal de perigo, colocamos avisos no grupo e todos ficam atentos”, informou.

Segundo o idealizador da iniciativa, o projeto não atua apenas na área da segurança. “Mês passado, quando a casa de uma família pegou fogo e ela perdeu tudo o que tinha, nós começamos uma pequena campanha no grupo para arrecadar comida, móveis e roupas. E para nossa felicidade, conseguimos muitas doações e ajudamos a família”, ressaltou.

Marques observou que desde o momento em que o grupo do projeto Vizinhança Solidária começou a funcionar, no dia 15 de dezembro de 2018, não foi registrada mais nenhuma ocorrência na comunidade. Além do grupo no WhatsApp, a iniciativa conta com placas de divulgação instaladas nas moradias, um fórum online privado para discutir assuntos de interesse da comunidade e um conselho responsável por administrar o projeto, formado por 19 vizinhos. A próxima ação é criar uma página no Facebook para divulgar informações de interesse dos moradores.

Pensando em fortalecer ainda mais a comunidade, em agosto o grupo realizará um almoço de confraternização nas dependências do Clube Esportivo. O objetivo é manter esse evento anualmente para que os moradores possam interagir e se conhecer melhor. “Com o apoio de todos, conseguiremos morar num bairro bonito, organizado e seguro para as nossas famílias. São essas iniciativas que contribuem para um Brasil e um mundo melhor. Estou muito feliz em representar as famílias da nossa comunidade, que são pessoas trabalhadoras, honestas e do bem. Podem contar comigo para continuar com esses projetos”, finalizou Marques.

A presidente da Câmara, Helena Herrmann (MDB), parabenizou a comunidade do loteamento Parque das Flores pela iniciativa. “Importante buscar alternativas para ampliar a segurança da nossa população”. Ela aproveitou para citar o convênio firmado pelo Conselho Comunitário Pró-Segurança Pública (Consepro) do município com a Certel Energia visando garantir mais segurança à população.

A campanha permite ao cliente da distribuidora de energia autorizar o acréscimo de R$ 1 mensal na sua conta de luz, a ser revertido em prol do fortalecimento da segurança pública local. O objetivo é oferecer melhores condições de trabalho à Brigada Militar (BM) do município. Com o atual número de 300 assinaturas são arrecadados em torno de R$ 450 mensais.

Outro auxílio enfatizado pela vereadora é o repasse de R$ 2 mil por parte da Cooperativa Sicredi, valor que viabilizou a compra de um aparelho celular e de um plano de internet móvel à BM. Da mesma forma, Helena ressaltou o recurso conquistado pelo Consepro, no valor de R$ 5.364,00, usado para a compra de uma impressora laser, cadeiras giratórias e uma lanterna à BM do município.

O aumento do efetivo é outra demanda do Consepro. “Fizemos uma carta dirigida ao Comando Regional da Brigada Militar citando todas as ações que estamos fazendo em prol da segurança do município e, em contrapartida, solicitamos o reforço no efetivo. Assim como nós estamos nos mobilizando, esperamos que eles se sensibilizem e ampliem o número de soldados”, salientou a vereadora.

Qualificação da Juventude

Márcio Haas (PTB) se disse feliz em ter representado o Legislativo no lançamento do Programa Municipal de Qualificação da Juventude, ocorrido no dia 23 de abril. “Esse é um projeto fantástico de profissionalização dos jovens do município. Porém, senti pouco entusiasmo por parte dos alunos. É importante que aproveitem essa oportunidade e que os pais estimulem seus filhos a participaram das oficinas. Parabenizo a administração municipal pela iniciativa, que será realizada em parceria com o Senac e Escola Estadual”, mencionou.

O vereador também falou dos problemas de infiltração registrados seguidamente no prédio da Câmara após os períodos de chuva mais intensa. “A gente sempre foi contra a aquisição desse prédio onde funciona o Legislativo, mas não tivemos força suficiente na época para evitar a compra. E agora temos enfrentado de maneira cada vez mais frequente essas situações de infiltração de água. Devemos cobrar a administradora do prédio para tomar as medidas necessárias”, salientou.

Projetos aprovados

Dois projetos foram aprovados pelos vereadores na sessão da semana passada. Um deles altera a redação do art. 36, da Lei Municipal nº 1666/2011, que dispõe sobre os Quadros de Cargos Efetivos, em Comissão e Funções Gratificadas, estabelece o Plano de Carreira e Pagamento e dá outras providências.

Outra matéria autoriza que o Executivo abra um Crédito Suplementar no valor de até R$ 160 mil visando à compra de uma retroescavadeira nova. O objetivo é atender cada vez melhor a comunidade.

 

Foto Rafael Simonis
Assessoria de Imprensa Santa Clara do Sul