Cultura Educação Estrela

Mostra de Projetos do Sesi proporciona integração e conhecimento

Estudantes de Estrela que realizam o contraturno escolar na entidade apresentaram trabalhos desenvolvidos

Um grande público, formado principalmente por pais e alunos da rede municipal de ensino de Estrela, compareceu à sede local do Serviço Social da Indústria (Sesi) na tarde de sábado (13). O objetivo foi conhecer e conferir as apresentações da 1ª Mostra de Projetos, que trouxe parte dos trabalhos desenvolvidos pelas turmas do contraturno escolar do município que utilizam da estrutura e da proposta pedagógica desenvolvida na entidade, em uma parceria firmada com a Secretaria Municipal de Educação (Smed). Das cerca de 600 crianças e jovens com atividades em tempo integral, em torno de 290 – 145 por turno – frequentam o Sesi. O investimento do município é de R$ 83,00 mensais por aluno, além dos custos com transporte e alimentação.

Com a realização da Mostra no ginásio do Sesi, nem a chuva atrapalhou a programação que contou com mateada e uma série de atividades lúdicas e de lazer, como oficinas musicais, emoções e realidade virtual, aulas de ginástica, avaliações físicas e outras relacionadas à saúde, como aferição da pressão arterial e consulta com nutricionista, tudo gratuito. Em meio à tarde, os visitantes foram convidados a prestigiarem a apresentação coletiva dos alunos dos turnos da manhã e tarde e seus projetos em áreas como robótica, meio ambiente, cultura, lazer, cotidiano brasileiro e mundial: “Nosso novo universo”; “Plantando um mundo melhor”; “Sem lixo nas ruas e rios”; “Animais em extinção e seu abandono”; “A Busca pela paz”; “A Leitura move o mundo”; “A Turma do Jogo limpo “fair play”; “Ajudando moradores de rua”; “Nosso novo universo”; “Os guardiões da Galáxia”; “Desastres naturais e ambientais”; “Inteligente sobre Estrela”; “O cuidado do eu e do outro”; “O lixo e seus problemas.”

A mãe da aluna Mariah Horn (9) diz que a filha está adorando as aulas de dança, robótica e outras. “Ela me conta uma novidade a cada dia. Felicidade dela é total”, revela Aline Horn. A garota vai além. “Aprendi muito sobre aquecimento global. Nosso mundo está mais quente. Isso traz problemas para a gente, como furacões, queimadas”, ensina ela. Já Graziela da Silva confessa que a filha Ana Gabrielli da Silva (6) é apaixonada pelas aulas de esportes, danças e outras. “As oficinas de música encantam ela”, ressalta Graziela. Os muitos minutos que a menina passou conferindo os instrumentos musicais que estavam no local para conhecimento de todos, como foi o caso do violino, confirmaram isso.

 

 

Texto: Rodrigo Angeli
Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Estrela