Saúde RS Arroio do Meio RSS

Município alerta para prevenção e combate ao mosquito Aedes aegypti

 Um dos pontos monitorado pelos agentes é o cemitério (Foto: Divulgação)

Com a chegada do verão e predomínio do calor, a Secretaria Municipal de Saúde de Arroio do Meio reforça a atenção e o pedido de apoio da comunidade na prevenção e combate do Aedes aegypti, mosquito transmissor de doenças como a dengue, zika vírus e chikungunya.

Entre as ações preventivas que o município realiza de forma contínua, destaque para o trabalho dos agentes epidemiológicos do Município, que realizam quinzenalmente o monitoramento das larvas do mosquito, com visitas técnicas a cemitérios, borracharias e ferros velhos, considerados pontos estratégicos de proliferação dos mosquitos. A prática é realizada durante o ano inteiro, de forma ininterrupta, incluindo 28 armadilhas espalhadas por diferentes localidades do Município, monitoradas semanalmente. Os locais foram escolhidos por meio de um mapeamento realizado pela 16ª Coordenadoria Regional da Saúde, visando a captura das larvas do mosquito. Além disso, as agentes comunitárias de saúde alertam e orientam sobre o assunto durante as visitas domiciliares às famílias, por meio de materiais explicativos focados em evitar a proliferação do mosquito.

“Em especial neste período, alertamos e pedimos o apoio da comunidade, para que nosso Município siga imune aos males que esse mosquito pode causar”, afirma o Secretário de Saúde, Gustavo Zanotelli. “É fundamental que cada cidadão cuide da sua casa, pátio e terreno, mantendo as piscinas tratadas e eliminando pontos de água parada em vasos de plantas, pneus ao ar livre, caixas d’água abertas, tonéis e latões, entre outros”, orienta.

Saiba mais

O que é: A dengue é uma doença infecciosa transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, que se reproduz em água parada;

Sintomas: Os principais sintomas são febre alta repentina; dor nos olhos e dor de cabeça; dor nas juntas e nos músculos; manchas avermelhadas pelo corpo; falta de apetite e fraqueza;

Prevenção: É importante evitar vasos com plantas aquáticas; remover folhas, galhos e tudo o que possa impedir a água de correr pelas calhas; manter a caixa d’água fechada sempre; colocar o lixo em sacos plásticos e lixeiras fechadas; não deixar água da chuva acumulada nas lajes; encher bordas dos pratos de vasos de areia; guardar garrafas vazias de cabeça para baixo; evitar o acúmulo de pneus velhos; lavar semanalmente tanques para reserva de água e tampar tonéis e barris d’água.

Texto: Ascom Arroio do Meio