Investimento Estrela

Município busca cedência de poço artesiano para sociedade de água

Finamor (5º da esq. p/dir.) recebeu o pedido das lideranças locais

Lideranças reuniram-se com superintendente da Corsan, em Porto Alegre, para reforçar o pedido

O município de Estrela está pleiteando, junto à Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan), a cedência de um poço artesiano da estatal, localizado em Santa Rita, para a Sociedade de Água de Linha São Luís. O assunto foi tema de reunião nesta semana, na sede da empresa, em Porto Alegre. O secretário do Planejamento e Desenvolvimento Econômico Paulo Finck, vereador Márcio Mallmann e o presidente da sociedade, Ênio Schneider, junto com assessores parlamentares, encaminharam o pedido ao superintendente de Relações Institucionais da Corsan, André Finamor. Segundo ele, no dia 27 de maio haverá uma reunião da diretoria, quando pleitos como este são analisados, ocasião em que deve haver uma decisão a respeito.
Conforme o vereador Márcio Mallmann, que acompanha a situação junto à comunidade, o poço, que possui uma vazão de 2.500 litros/hora e está desativado, atenderia a demanda da sociedade de água, que possui toda a estrutura para distribuição. Segundo ele, na localidade de Linha São Luís e no entorno estão surgindo novos empreendimentos – loteamentos – sendo necessário abastecer as famílias. Mallmann não acredita que a Corsan investiria em novas redes para atender a demanda, sendo esta a solução mais viável para suprir as necessidades.  O secretário Paulo Finck reforça as colocações do vereador sobre a importância da cedência. “É uma área que está em expansão e acreditamos que a Corsan não vai se opor, pois cerca de 100 famílias seriam beneficiadas”, diz.  
 
Texto: Paulo Ricardo Schneider
Assessoria de Imprensa de Estrela