Serviços Saúde Meio Ambiente Westfália

Município direciona mais de 200 mil litros de água por dia ao interior

Escassez de água é causada pela falta de chuva.
Setor mais afetado é o da produção primária

Transporte de água é feito diariamente, principalmente às localidades da região alta

Pelo segundo ano consecutivo, o município de Westfália passa por dificuldades em razão do clima seco e da falta de chuvas. Além da estiagem, que prejudica o desenvolvimento das plantações, a escassez de água para a produção primária tem sido diária, representando um direcionamento de mais de 200 mil litros de água por dia, especialmente às localidades interioranas.

Três caminhões da Prefeitura, além de um terceirizado contratado, por credenciamento, até o início dessa semana, são utilizados para que as localidades da região alta do Município (Linha Berlim e Linha Paissandu) possam ser atendidas, sendo necessário o transporte sete dias por semana. A água destinada é retirada de dois poços localizados na região central de Westfália.

Nas localidades, a água é direcionada às associações comunitárias de água, que então repassam o recurso às propriedades. A escassez de água, nesta época, é justificada pelo consumo ainda mais elevado em razão das altas temperaturas e para refrescar ambientes, principalmente onde há suinocultura e avicultura.

Por mais um ano, por consequência da falta de chuvas, as vertentes preservadas diminuíram a vazão e alguns poços ficaram sem água. A Administração Municipal segue com ações permanentes de melhorias nos poços artesianos existentes (incluindo reperfurações), além de realizar estudos, por meio de equipes especializadas, para perfurar novos poços nas localidades westfalianas.

Conforme o prefeito de Westfália, Joacir Antônio Docena, é necessário que cada munícipe faça a sua parte no que diz respeito à economia de água. “Pequenas ações são importantes, especialmente no verão. Contamos com o apoio da comunidade westfaliana no sentido de economizar água no dia a dia, tendo em vista evitar que o cenário piore e que mais residências e propriedades sejam atingidas”, enalteceu ele, reforçando que as secretarias de Agricultura e Meio Ambiente e Obras, Viação e Interior estão trabalhando incansavelmente para garantir o abastecimento de água nas propriedades, especialmente da região alta, o que pode, inclusive, impactar na prestação de outros serviços à comunidade, uma vez que diversos servidores públicos estão envolvidos no direcionamento de água às comunidades.

Ações para amenizar o consumo de água

No dia a dia, pequenas ações fazem toda a diferença para o racionamento de água:

* Não utilizar água para lavar calçadas;

* Evitar a lavagem de veículos sem necessidade;

* Fechar a torneira ao escovar os dentes;

* Tomar banhos mais curtos;

* Juntar uma boa quantidade de roupas antes de coloca-las na máquina de lavar;

* Evitar trocar a água da piscina com frequência (opte por utilizar procedimentos de tratamento de água);

* Acabar com os vazamentos em canos residenciais;

* Ajudar a combater a poluição das águas.

 

Texto e foto: Paloma Driemeyer Valandro/AI