Educação Santa Clara do Sul Destaques

Município inaugura parque multiesportivo neste sábado

Estrutura tem pistas de skate e de caminhada, quadras de basquete e de areia, além de campo de futebol sete (Foto: Rafael Simonis)
Estrutura tem pistas de skate e de caminhada, quadras de basquete e de areia, além de campo de futebol sete (Foto: Rafael Simonis)

Neste sábado (28) será inaugurado o Parque Multiesportivo Odilo Klein. A solenidade começa às 14h. Haverá atividades esportivas, música ao vivo, brinquedos infláveis, feiras do produtor e do artesanato, tenda do chimarrão e campanha de recolhimento de resíduos eletroeletrônicos.

O parque foi construído às margens da Rua Alberto Schabbach, no centro da cidade. A estrutura tem pistas de skate e de caminhada, quadras de basquete e de areia, além de campo de futebol sete.

Também será instalada uma academia ao ar livre.
Segundo o prefeito Inácio Herrmann, essa é uma das obras mais importantes do governo, pois garante saúde e bem-estar à comunidade. “O parque oferecerá opções de esporte e lazer, atraindo a atenção dos jovens para atividades sadias e possibilitando o encontro de famílias e amigos”.

Luis Henrique Hoffmann, 12 anos, é um dos jovens ansiosos pela inauguração. Nessa segunda-feira, dia 23, ele esteve no parque para testar a pista de skate. “Como aqui tem várias opções de esporte, vou aproveitar para me divertir com os amigos durante os meus horários de folga”.

Edificada pela Conzatti Engenharia, de Encantado, a estrutura tem uma área de 11.005,24 metros quadrados. O custo total da obra se aproxima dos R$ 500 mil, sendo R$ 390 mil de uma emenda do ex-deputado federal Eliseu Padilha e o restante em contrapartida da administração municipal.

Além da inauguração do parque, a programação deste sábado marca a vitória dos colonos santa-clarenses contra os maragatos no combate de 28 de maio de 1895. Ainda está prevista a coleta de material eletroeletrônico, pilhas, baterias e lâmpadas para os moradores da zona urbana, assim como a distribuição de mudas nativas. Serão aceitas até cinco lâmpadas por pessoa. No caso de empresas, haverá a cobrança de R$ 1 por unidade.

Homenagem a Odilo Klein
A denominação do parque é uma homenagem a um dos ícones da história de Santa Clara do Sul. Odilo Klein nasceu em 4 de junho de 1934, na Rua das Flores. É filho de Cecília Maria Klein e Beno Augusto Klein. Casou-se com Orlanda Maria, com a qual teve cinco filhos: Maria Bernadete, Luiz Ricardo, Anelize, Luciano e João Augusto.

Desde jovem, seu Odilo sempre demonstrou espírito comunitário, se envolvendo e se dedicando a diversas atividades. Participou do grupo teatral amador do município, presidiu a Paróquia São Francisco Xavier e o Círculo de Pais e Mestres da antiga Escola São José, integrou a comissão organizadora da Festa do Centenário da Colonização de Santa Clara do Sul em 1969 e foi tesoureiro da então Sociedade Centro de Reservistas do Tiro de Guerra 239.

Além disso, por 12 anos, Klein presidiu a Sociedade Centro de Reservistas, a qual reconstruiu em 1967, com a ajuda das comunidades local e vizinha, depois de um vendaval destruir o prédio. Em 1970, fundou o Grupo de Bolão Tiradentes. Durante sua gestão, foi construída a cancha de bolão no clube, à qual seu Odilo se dedicou por muitas horas na lixação da madeira e na preparação minuciosa da mesma. Na década de 80, foi responsável pela ampliação da sociedade, onde hoje estão o refeitório e a cozinha.

Membro da comissão de compra do Hospital Comunitário das Irmãs da Divina Providência, do qual foi o fiador junto com o empresário Mário Piacini, Klein também foi presidente da entidade. Ainda teve atuação marcante na vida política de Santa Clara do Sul, representando e defendendo os interesses do então distrito como vereador da cidade de Lajeado entre 1969 e 1972. Presidiu o MDB e foi responsável pela vinda desse partido para Santa Clara do Sul, sendo um dos fundadores. Além disso, foi membro atuante da Comissão Emancipacionista.

Empresário de sucesso e com visão empreendedora, nos últimos anos de vida seu Odilo se dedicou pessoalmente, com a ajuda de sua filha Anelize e do historiador José Alfredo Shierholt, à pesquisa da história de imigração dos alemães e fundação de Santa Clara do Sul. Ele tinha o sonho de produzir um livro sobre esses assuntos. Em dezembro de 2012, veio a falecer após ser submetido a um cateterismo no Hospital Bruno Born, de Lajeado.

Texto: Portal Região dos Vales/Ascom Santa Clara do Sul