Economia Coronavírus Teutônia

Município inicia estudo para retorno gradativo, com segurança em saúde, das atividades econômicas

Reunião nesta quinta-feira teve como pauta a retomada gradativa das atividades econômicas

Objetivo é retornar visando todas as condições de segurança e saúde dos colaboradores, evitando a proliferação do novo coronavírus 

Durante reunião nesta quinta-feira, dia 26 de março, o Executivo de Teutônia e o Comitê de Atenção e Enfrentamento ao novo Coronavírus iniciaram o estudo gradativo das atividades econômicas do município, suspensas devido às medidas de proteção contra proliferação da doença. Por ora, as medidas decretadas desde a semana seguem em vigor, até que seja elaborado um cronograma de retomada de atividades, visando garantir a segurança em saúde dos trabalhadores.

O prefeito, Jonatan Brönstrup, lembra que os decretos de calamidade pública dos governos federal e estadual também estão em vigor. “Todas as medidas de contenção tomadas até o momento foram importantes para que, desde sábado, não fossem registrados casos suspeitos do novo coronavírus. E os cuidados precisam ser mantidos, mas, também, entendemos a importância do retorno gradativo da economia”, coloca.

Durante as próximas reuniões, o Executivo e o Comitê elaborarão um cronograma com as atividades que poderão ser retomadas. “Esse retorno não será sexta-feira, no final de semana, na segunda-feira ou na terça-feira. O momento ainda é de ficar em casa. É preciso entender que este retorno às ruas não deve ser de forma desorganizada, isto é, ignorando tudo que foi feito até agora no que se refere à proteção da saúde. É preciso seguir ao máximo possível todos os cuidados”, reforça o prefeito.

As atividades que forem retomando suas atividades precisarão seguir uma série de exigências para evitar a proliferação do novo coronavírus, respeitando distanciamento seguro entre os funcionários, higienização constante e aqueles que apresentarem algum sintoma gripal devem ser encaminhados imediatamente aos profissionais médicos das empresas. “Salvar a economia não pode significar perder vidas”, coloca Brönstrup.

Nesta linha, outra exigência será o resguardo social das pessoas dos grupos de risco. Entre esses grupos mais vulneráveis e suscetíveis, estão: pessoas acima dos 60 anos e aquelas com doenças crônicas, como diabetes, hipertensão e doenças cardiovasculares e respiratórias. Para esse público a orientação é ficar em casa.

No momento, enquanto ocorre o estudo do cronograma com profissionais técnicos do Comitê e entidades representativas, a orientação é que a população aguarde, ou seja, mantenha a quarentena. “Normalidade não pode ser descuido. Sabemos que todos perdem um pouco neste momento. Mas precisamos agir com sabedoria para que as coisas possam voltar à normalidade. Prevenção e retomada da economia devem andar lado a lado”, frisa o prefeito.

 

 

CRÉDITOS DO TEXTO: Édson Luís Schaeffer
CRÉDITOS DAS FOTOS: Édson Luís Schaeffer/divulgação
Assessoria de ImprensaPrefeitura de Teutônia