RSS Santa Clara do Sul Rural - Agricultura

Município lança projeto de alimentos saudáveis

 Um dos principais objetivos do projeto de agroecologia é levar mais saúde à população (Foto: Rafael Simonis)
Um dos principais objetivos do projeto de agroecologia é levar mais saúde à população (Foto: Rafael Simonis)

Com o objetivo de incentivar a produção e o consumo de alimentos saudáveis no município, diversificar a economia e possibilitar mais uma alternativa de renda aos empreendedores, a administração municipal lançou o projeto de agroecologia na quinta-feira, dia 29. A solenidade ocorre uno Clube Centro de Reservistas, a partir das 19h30min.

Na oportunidade foi feita uma explanação sobre todas as etapas de implementação do projeto. Também houve a apresentação das entidades parceiras que prestarão os serviços de assistência técnica, pesquisa e desenvolvimento dos orgânicos.

De acordo com o prefeito Paulo Kohlrausch, o projeto vem ao encontro da missão de governo, que é servir de suporte para o desenvolvimento das pessoas que vivem no município. “A partir dessa iniciativa garantiremos mais saúde à população, educação para um consumo mais saudável, conscientização do nosso dever e sustentabilidade, inclusive econômica”.

Kohlrausch acredita que a agroecologia será um marco na história do município, levando qualidade de vida às pessoas e possibilitando um futuro mais promissor. “A produção de alimentos está no DNA do nosso povo. Além disso, existe um amplo mercado a ser explorado”, sinaliza.

A ideia é transformar Santa Clara do Sul na Cidade das Flores e também dos alimentos saudáveis. Como contrapartida aos empreendedores que se credenciarem, o Executivo auxiliará com apoio técnico, de infraestrutura e com investimento financeiro. “Esse projeto é essencial principalmente para a saúde das nossas crianças, tirando o veneno dos seus pratos”, salienta o prefeito. Nesse sentido, a partir de 2018, 100% da merenda oferecida na rede municipal será de origem orgânica.

O agricultor Márcio Lenhart, da Rua das Flores, é um dos interessados no projeto. Ele vê na agroecologia uma possibilidade de cuidar melhor da alimentação da família e ainda garantir uma rentabilidade extra. Inclusive, já planeja onde poderá vender a produção no futuro. “Mercados, feiras do produtor rural, hospitais e o próprio governo municipal são potenciais compradores”, exemplifica.

Etapas do projeto
– Identificação e diagnóstico sobre a viabilidade do projeto;
– Busca por parcerias e empreendedores interessados;
– Lançamento do projeto, nesta quinta-feira, dia 29 de junho;
– Primeira capacitação direcionada aos empreendedores – 7 de julho;
– Em março de 2018, 100% da merenda de origem orgânica;
– Em setembro de 2018, primeira exposição na SantaFlor;
– Em 2020, em torno de 300 hectares plantados.

Texto: Ascom Santa Clara do Sul