Economia Segurança Nova Bréscia

Município se une ao Estado para aumentar a segurança pública da população

Prefeito Municipal, Marcos Antonio Martini; Jean Antunes de Macedo; Moacir Biasibetti e o representante da empresa responsável pela instalação e manutenção dos equipamentos, Cleber F. dos Santos, na audiência de adesão, junto ao Secretário adjunto de Segurança Pública, Marcelo Gomes Frota.

Medida aumenta a eficácia da atuação da Brigada Militar na cidade e na região

A Administração Municipal oficializou na segunda-feira (02), em Porto Alegre, a adesão ao termo de ação e cooperação com a Secretaria de Segurança Pública do Estado (SSP), que permite o compartilhamento das imagens do videomonitoramento do Município de Nova Bréscia com os Centros Integrados de Comando e Controle (CICC), de Lajeado e, em seguida, de Porto Alegre.

O moderno sistema de monitoramento que existe na cidade hoje é composto por seis pontos, que totalizam 14 câmeras – sendo uma delas de visão 360º – distribuídas em pontos estratégicos, conforme indicação da Brigada Militar.

Com a adesão ao termo, as imagens, que antes ficavam retidas apenas no Centro de Controle Operacional (CCO), junto à Brigada Militar local, agora ficarão interligadas ao Estado, onde serão acompanhadas 24 horas por dia pelo (CICC), uma medida que facilitará o acompanhamento de abordagens, veículos, situações de vandalismo, acidentes de trânsito, entre outros.

Com a união entre Município e Estado, o sistema atual ainda passará a contar com três câmeras com tecnologia que permite a leitura das placas dos veículos, o que facilitará a investigação de possíveis irregularidades, como busca por veículos roubados ou clonados e até mesmo busca por meio de mandatos de busca e apreensão. Ainda está prevista a instalação de novas câmeras, 8 delas modelo Speed Dome (360º graus) e mais 6 fixas, além de um programa gerenciador de imagens.

O projeto de cercamento eletrônico implantado na cidade faz parte do Sistema de Segurança Integrada com os Municípios (SIM), criado pela SSP para facilitar o enfrentamento da violência e da criminalidade no Estado, através da união de esforços entre instituições federais, estaduais e municipais e a sociedade civil organizada. O SIM integra prevenção; operações; tecnologia; inteligência e informações; e ressocialização e sistema penitenciário. O Sistema permite ao Poder Público atender e compartilhar tecnologias e informações entre os municípios e o Estado. A estrutura operacional é definida pela SSP, mas o modelo segue sendo aperfeiçoada a partir dos exemplos bem-sucedidos vistos nos municípios.

 

Nova Bréscia mais segura

O primeiro ponto de monitoramento urbano foi instalado na Avenida Bento Gonçalves, no final de 2016. A partir de 2017, outros dois pontos com câmeras foram instalados, um deles no Bairro São Cristóvão, próximo ao acesso à comunidade de Linha Estefânia e outro no final da Avenida, acesso para a comunidade de Linha Arroio das Pedras Altas.

Na sequência, a esquina das ruas Osório e Tiradentes, no Centro, que dá acesso à comunidade de Linha Caçador, também recebeu um ponto; assim como a esquina das ruas, Barão do Cotegipe e 13 de Maio, acesso às comunidades de Linha Pinheiros e Linha Olinda e a ERS-425, no Bairro São Cristóvão, principal entrada da cidade e acesso à comunidade de Linha Estefânia, bairros e cidades vizinhas. No Vida Nova, outro ponto garante maior segurança aos moradores do bairro, caminho para as comunidades de Linha Tigrinho Alto, Linha Tigrinho Baixo, Linha Divertida e Linha Ernesto Alves.

Além do investimento feito nas ruas, a Administração Municipal também realizou a colocação de equipamentos no Centro Administrativo Municipal; nas escolas municipais, Emei Criança Feliz e Emef Madre Assunta; além da Casa de Cultura e do britador municipal – espaços que passaram a contar uma rede completa de videomonitoramento.

 

 

Assessoria de Imprensa de Nova Bréscia