Saúde Meio Ambiente Mato Leitão

Município terá agente de combate de endemias

Em sessão ordinária, terça-feira (4), a Câmara de Vereadores autorizou a contratação de agente de combate a endemias para atuar no combate ao mosquito Aedes aegypty, transmissor da Dengue e outras doenças.

O profissional cumprirá uma jornada de 40 horas semanais para complementar a equipe da Vigilância Ambiental. Este profissional será um reforço no combate ao mosquito transmissor da dengue, já que foram encontradas as primeiras larvas do inseto em Mato Leitão. Como critério de seleção para a escolha do profissional será adotada a classificação obtida em processo simplificado a ser realizado pela Prefeitura.

A remuneração mensal será de R$ 1,4 mil. A contratação emergencial se dará pelo prazo inicial de 12 meses, mas pode ser prorrogada por igual período, caso persista a necessidade.

A contratação atende recomendação do Ministério da Saúde e é fundamentada pela necessidade de haver um trabalho aprofundado junto às residências da área urbana, principalmente para minimizar os focos do mosquito, informou o prefeito Carlos Alberto Bohn (PSDB), em sua mensagem justificativa ao projeto.

 

IMÓVEIS

Por meio do Programa Nacional de Controle da Dengue foi estipulado que o município considerado infestado deverá possuir um agente a cada 800 imóveis. No caso de Mato Leitão, que tem pouco mais de 900 imóveis urbanos, o profissional a ser contratado precisará fazer cerca de 25 coletas diárias. As informações precisarão ser remetidas para a 13ª Coordenadoria Regional de Saúde toda a semana.

 

 

Assessoria de Imprensa de Mato Leitão