Cadastre-se para receber nossa newsletter
E-mail:
Região dos Vales, hoje é dia 23/04/2014
Busca:
Município:

14/03/2013   Ilópolis

Ações para o fortalecimento da cadeia produtiva da erva-mate são trabalhadas em seminário

A presidente da AAErva-Mate Juliana Montagner falou sobre o estágio de organização dos produtores da região do Alto Taquari

O município de Ilópolis está sediando o II Seminário sobre indicação geográfica (IG) da erva-mate da região polo do Vale Alto Taquari. O evento ocorre no CTG Querência do Mato e trabalha pontos críticos, pesquisas, políticas públicas e ações para o fortalecimento e qualificação da cadeia produtiva da erva-mate. O objetivo do seminário é dar continuidade ao processo de IG iniciado na região e também de dar início ao registro e proteção de cultivares. Participam dos debates autoridades, produtores, estudantes, pesquisadores, professores, empresários, industriários, comerciantes e comunidade em geral.

Durante a abertura, ocorrida na tarde desta quarta-feira, dia 13, o grupo de cantoria italiana Ricordando il Passato, de Putinga, apresentou-se, dando início aos trabalhos. Após, a presidente da Associação dos Amigos e Parceiros da Erva-Mate do Polo do Alto do Vale do Taquari (AAErva-Mate), Juliana Montagner, entregou ao representante do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), Francisco Natal Signori, a Carta de Inteção da entidade, que tem como finalidade prosseguir o registro e proteção de cultivares da erva-mate, através do apoio do governo federal.

Depois, o engenheiro florestal, Roberto Ferron, apresentou o histórico do desenvolvimento da cadeia produtiva da erva-mate no Rio Grande do Sul. Ele abordou temáticas ligadas ao histórico do setor, às crises e demais entraves e perspectivas. Para Ferron, a erva-mate é a planta mais completa em termos fitoterápicos. “São 152 princípios ativos que agem no corpo humano”. Sobre o consumo mundial, ela cita que “chegou-se ao ponto de levar a erva-mate para o mundo. O Japão importou, em 2012, 750 toneladas do produto. A Alemanha tem 14 marcas de cerveja de erva-mate. É uma planta com receptividade no em todo o planeta”, sustentou.

Em seguida, foi a vez da presidente Juliana Montagner falar sobre o estágio de organização dos produtores da região do Alto Taquari. Conforme ela, "todos os integrantes da cadeia produtiva, no estágio de maturidade que se encontram, apoiam e estão engajados para que isso aconteça. O processo de IG pode gerar um ganho para todos, uma vez agrega valor a todos os envolvidos na cadeia produtiva”.

Dando continuidade, a Drª Edna Ferronatto explanou a respeito da IG, seguida do coordenador da Câmara Setorial, Carlos da Silva Santos, que abordou a estruturação e avanços promovidos pelo órgão. Para encerrar, homenagens foram realizadas aos participantes no desenvolvimento da cadeia produtiva da planta no Brasil O seminário continua na manhã desta quinta-feira, dia 14. Abaixo, a programação completa.

A promoção do seminário é da Superintendência Federal de Agricultura do Rio Grande (SFA-RS), Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), Secretaria do Estado da Agricultura, Pecuária e Agronegócio (SEAPA), sob a coordenação da Área de Fomento as Indicações Geográficas, Divisão de Política e Desenvolvimento Agropecuário (DPDAG/SFA-RS/MAPA) e da AAErva-Mate. O apoio é do Sindimate, Ibramate, Apromate, Aspemate, Indumate, Polo Ervateiros, Emater/RS-Ascar e Prefeitura de Ilópolis.

Confira a programação desta quinta-feira

9h - Dr. Dilson Bisognin: Genética da erva-mate e perspectivas de pesquisa. UFSM/SEAPA

9h30min - Pesquisador da EMBRAPA - Empresa Brasileira de Pesquisas Agropecuárias - EMBRAPA Floresta - Pesquisa de variedades e mudas de Erva-Mate

10h - Dra. Virgínia Arantes Ferreira Carpi: Registro de cultivares no Brasil - MAPA

10h30min - Intervalo

11h - Dr. Fabrício Santana Santos: Proteção de cultivares no Brasil. Coordenador de Proteção de Cultivares do MAPA

11h30min - Engenheiro Florestal Marcelo Mendes Amaral - Coordenador do Programa Mercado Mata Atlântica: Diretrizes ambientais para erva-mate

12h: Almoço

14h – Alfeu Strapasson - Presidente do Sindimate: Estrutura do setor ervateiro brasileiro e a situação da erva-mate no mercado externo e interno

14h30min - Marcelo Brandoli: Engenheiro Agrônomo, Mestre em Zootecnia Certificação da Erva-Mate

14h50min - Intervalo

15h20min - Engenheiro Florestal Dorli Mario Da Croce, Engenheiro Agrônomo Ilvandro Barreto Melo, Técnico em Agropecuária Jurandir J. Marques

16h30min - Dúvidas e Discussão

17h - Encerramento

Confira aqui mais fotos do primeiro dia do seminário.

Texto/Foto: Vitória Stürmer Bortoletti/Portal Região dos Vales

Imprimir Notícia    Enviar para amigo
© Região dos Vales Comunicação Virtual 2005 - 2014