RS RSS Destaques Turismo Vespasiano Corrêa

Natural Sul Rafting é uma das atrações no Vale

Vale tem rios com corredeiras de classes variadas especiais para praticar rafting e kaiak (Fotos: Arquivo Pessoal)

Não são só os 509 metros de comprimento e 143 de altura do imponente e belíssimo Viaduto 13 que atrai visitantes a Vespasiano Corrêa. Os amantes de esportes de aventura ou até mesmo para quem deseja uma experiência diferente em contato com a natureza tem, entre outras atrações turísticas, o Natural Sul Rafting para curtir com muita adrenalina a estação mais quente do ano.

O setor, que cresce cada vez mais no Brasil, é um potencial do Vale do Taquari, repleto de belas paisagens. E foi com este encanto pelos cenários arquitetônicos, paisagísticos e culturais que, desde 2016, Cristiano Alves Sinhoretti (45) decidiu investir no segmento. “A Natura Sul Rafting nasceu de um sonho. Os rios sempre me proporcionaram muitas alegrias, novas amizades e emoções que só a interação com a natureza pode oferecer. A Região é perfeita para a prática das atividades nas quais nosso empreendimento oferece. Fiz da minha paixão uma oportunidade de renda”, conta Sinhoretti, que desde os 15 anos pratica remo.

Tendo como endereço o segundo maior viaduto do mundo, o empreendimento já recebeu mais de 600 turistas, desde que iniciou as atividades, e conta com uma equipe formada por seis pessoas que costuma aumentar conforme a demanda de clientes.

Atrações

O rapel é feito em diversos locais, como no próprio viaduto, na pinguela da Barra do Zeferino com acesso ao rio Guaporé, em cânions que levam até sete horas de atividades e ainda na cascata Rasga Diabo. “As descidas são com apoio do bote e tem atividades com corda na água. Geralmente o cliente opta para fazer no final do rafting”, conta.

As trilhas ecológicas, com opções de trajetos curtos e longos, podem ser realizadas de bicicleta ou caminhando. “Tudo depende da disposição e do perfil do turista. Temos, também, trilhas mais leves para crianças e idosos”, explica Sinhoretti.

O Natural Sul Rafting conta ainda com programas pedagógicos e empresarias. De acordo com Sinhoretti, o primeiro tem por objetivo aproximar as crianças e a natureza, sempre com segurança na supervisão de professores e guias. “Elas podem tocar as plantas, colocar o pé na terra e na água. Desde cedo começam a entender a importância de se preservar o meio ambiente”.

Trilhas também podem ser realizadas por crianças e idosos

Já as atividades voltadas para empresas têm por finalidade estimular o trabalho em grupo, a liderança, testar os limites, exercitar planejamentos e tomadas de decisões. “É uma forma de conhecer e criar vínculo entre os colegas, bem como atingir a confiança. Os colaboradores são tirados de um local para um ambiente totalmente diferente, onde se veem em situações que precisam de ações imediatas e isso faz com que eles estejam mais preparados para desenvolver sua função dentro da empresa”, revela.

Além disso, o outdoor training que conta com prova de orientação, náufragos, rafting empresarial, sprint, slalom e troca de líderes que visam trabalhar a integração, motivação, a criatividade e ousadia dos funcionários, através de atividades de aventura. “As dinâmicas são de acordo com os objetivos de cada empresa”, explica.

Todas as atividades podem ser realizadas com o mínimo de quatro pessoas e mediante agendamento. O rafting geralmente é realizado em grupo e tem horários fixos. Para fazer expedições noturnas somente com reserva.

Kaiak cursos e guias

Vice-campeão brasileiro de Kaiak Free Style em 2015 e 2016, Sinhoretti, juntamente com a esposa que foi campeã na modalidade em 2015, viu no esporte uma possibilidade de incrementar os serviços oferecidos.

O casal, que representou o Brasil no Mundial Rio Ottawa no Canadá, repassa seus conhecimentos para as pessoas interessadas em iniciar o esporte ou até mesmo aprimorar as técnicas.

Segundo Sinhoretti, esse serviço já é comum no exterior e em alguns lugares do Brasil. “Os profissionais trabalham fazendo guias em rios, onde operam para canoístas que não conhecem as linhas e, também, fazendo a segurança para o rafting, pois o caiaque é muito rápido e em caso de emergência estão a postos para resgatar o turista que caiu do bote, por exemplo. Percebemos essa necessidade quando cresceu a procura pelos rios da nossa região”, relata.

Mais informações ou interessados em realizar qualquer atração ofertada pela Natural Sul Rafting podem entrar em contato pelo telefone (51) 9 9339-6905. A empresa oferece todos os equipamentos de segurança, guias qualificados, transportes para as atividades e seguro aventura.

Texto: Ascom Amturvales