Artigos - Geral

“Networking – Rede de relacionamentos” – por Márcia Sehn

WhatsApp-Image-2016-12-01-at-18.22.32Mas, afinal, o que significa exatamente networking? Networking (em inglês) é uma expressão que representa uma rede de contatos (de cunho) profissional. Diz respeito às pessoas que um indivíduo conhece e aos relacionamentos pessoais, comerciais e profissionais que mantém com elas. A palavra é a união dos termos em inglês “net”, que significa “rede” e “working”, que é “trabalhando”.

O termo, em sua forma resumida, significa que quanto maior for a rede de contatos de uma pessoa, maior será a possibilidade de essa pessoa conseguir uma boa colocação profissional, realizar bons negócios, obter informações e várias outras vantagens que se pode obter da rede formada.

Para construir uma rede de contatos proveitosa precisamos de alguns cuidados:

– Trace a meta: tenha em mente aonde quer chegar e defina com clareza as habilidades e campos de interesse;

– Aprenda a ouvir: não fique o tempo todo falando apenas de si. Saber a hora de se posicionar gera trocas mais proveitosas e demonstra respeito;

– Mantenha os vínculos: procure interagir com colegas da área desde a formação acadêmica e mantenha contato ao longo da trajetória profissional;

– Comunique-se bem: invista num curso de oratória, se necessário. Nenhuma empresa irá contratá-lo se você tiver uma comunicação ineficaz;

– Cuide da aparência: evite extravagâncias e opte por peças sóbrias que transmitam seriedade e confiança.

No caso das mulheres, o cuidado deve ser redobrado para não passar uma imagem sensual. Eventos sociais como congressos, feiras e conferências também são ocasiões propícias para conhecer pessoas que atuam em determinadas áreas. Com a chegada da tecnologia, as redes sociais online expandiram ainda mais essas possibilidades de trocas profissionais. Com tantas facilidades, é natural que se valorize mais a quantidade do que a qualidade das conexões. Porém, antes de “atirar” para todos os lados, lembre-se que é mais produtivo relacionar-se com quem de fato possa contribuir para o crescimento da carreira escolhida. É necessário entender que a verdadeira conexão é um processo constante de dar e receber/pedir e oferecer ajuda. É dividir seu tempo e compartilhar livremente suas experiências.

Um colega uma vez disse sentir receio de parecer interesseiro. Mas perceba: investir na sua rede não significa que você está mantendo contato por interesse, mas sim construindo um relacionamento com propósito. E que em algum momento este colega poderá precisar fazer alguma troca com você. Se o homem não é uma ilha e é nosso destino convivermos com os outros, por que não agregar as pessoas que melhor se encaixam em nossas aspirações pessoais e profissionais?

Boa semana para todos!!

Marcia Sehn – Coach pela Sociedade Brasileira de Coaching e Pós-Graduada em Liderança Estratégica de Negócios e Pessoas