RS RSS Eventos Destaques Estrela

No Dia Internacional da Cerveja, organização comemora sucesso do Festival de Inverno de Cerveja Artesanal

Em diversos momentos, a “casa” lotou e chegou a sua capacidade máxima: 3,5 mil pessoas (Foto: Divulgação)

Celebrado mundialmente na primeira sexta-feira do mês de agosto, o Dia Internacional da Cerveja tem gosto especial para a Associação dos Cervejeiros Artesanais (Acerva) de Estrela, que ainda comemora o sucesso da quarta edição do Festival de Inverno de Cerveja Artesanal, que ocorreu no sábado, dia 28, no Centro Comunitário Cristo Rei.

“O evento superou as expectativas de público”, afirma o presidente Márcio Braun. Em diversos momentos, a “casa” lotou e chegou a sua capacidade máxima: 3,5 mil pessoas. Mais uma vez, as bandas locais embalaram o público, que cantou junto grandes hinos do rock gaúcho, nacional e internacional. No final do evento, os apaixonados pela Cachorro Grande cantaram os sucessos da banda junto com o grupo.

Muita cerveja

O grande público foi refletido no consumo de cerveja artesanal. “As 17 cervejarias, com suas cem torneiras dos mais diversos estilos, extraíram mais de nove mil litros de cervejas especiais”, diz Braun.

Apae

A Apae arrecadou cerca de R$ 9,7 mil com a venda das pizzas. A verba é utilizada para manter os serviços da instituição e de extrema importância, de acordo com a diretora Rose Tolio. “A participação destes eventos sempre é positiva. A Acerva é uma grande parceira da Apae. Foi ótimo e temos muito orgulho de fazer parte disso.”

Para comemorar ainda mais

Antes mesmo do sucesso do festival, a Acerva Estrela já comemorava duas conquistas: a concessão da sede à associação e o Programa de Incentivo ao desenvolvimento de Microcervejarias Artesanais, Brewpubs e Cervejeiros Caseiros.

Ambos projetos foram aprovados na Câmara de Vereadores de Estrela e já foram sancionados pelo Executivo. Braun havia adiantado que, após o festival, os trabalhos iniciariam na nova casa dos cervejeiros, localizada às margens da BR-386, no Bairro São José. No local devem ser promovidos cursos, palestras e eventos, além disso, será construída uma cozinha cervejeira, para uso coletivo, e que será cadastrada junto ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). “Vamos realizar uma inauguração, inclusive para agradecer àquela comunidade a quem pertencia a área”, diz Braun. Para ele, a concessão demonstra valorização e confiança no trabalho que vem sendo realizado.

Delícias da Colônia

De acordo como prefeito Rafael Mallmann, a escolha do local concedido foi pensada estrategicamente, pois a sede está no percurso do Roteiro Delícias da Colônia, que já tem 16 anos e está consolidado no Estado. “É um dos roteiros mais procurados no Vale do Taquari e a sede da Acerva vai fortalecer ainda mais.”

Incentivo

Para Braun, a aprovação da legislação é o primeiro passo para a futura implementação de uma rota turística na região. na Câmara de Vereadores. Braun lembra que foi uma construção coletiva. “A lei vai ajudar muito a chamar novas cervejarias para cá, e os cervejeiros caseiros vão poder produzir cerveja legalmente”, aposta.

Microcervejarias

A partir da lei, considera-se microcervejaria artesanal o estabelecimento que registre produção de cerveja não superior a 2,4 milhões de litros por ano.

Brewpubs

É considerado, brewpub o estabelecimento que não registre produção de cerveja acima de 120 mil litros anuais, bem como não possua maquinário industrial de grande porte, não possua mais de 10 mil litros mensais armazenados, nem gere trepidações, exalações e ruídos acima dos limites previstos na legislação;

Cervejeiros caseiros

De acordo com a legislação aprovada, é considerado cervejeiro caseiro quem produzir até doze mil litros anuais, a partir de trabalho manual com o uso limitado de equipamentos e ferramentas, ficando vedado o engarrafamento industrial ou automatizado, bem como sua terceirização. O espaço de elaboração dos produtos deve ser, preferencialmente, doméstico ou comunitário, sendo que, o armazenamento deve ser inferior a mil litros mensais. Além disso, é vedada a comercialização, ou seja, a produção não poderá ser vendida.

Produção

De acordo com a legislação, o cervejeiro caseiro poderá produzir em sua própria residência, já as microcervejarias e brewpubs devem obedecer à legislação vigente que trata do assunto, bem como providenciar o registro de atividade junto ao Mapa.

Texto: Ascom Cerveja Artesanal