Cultura RS RSS Destaques Teutônia

Noite Cultural da Escola 24 de Maio leva arte à comunidade do Loteamento 8

Orquestra do Colégio Martim Luther abriu a programação cultural (Foto: Édson Luís Schaeffer/Divulgação)

Uma noite para evidenciar a cultura e a arte em um ambiente escolar que tem relação direta com a sua comunidade. Assim se pode definir a 6ª Noite Cultural da Escola Municipal de Ensino Fundamental 247 de Maio, do Loteamento 8, no Bairro Canabarro. O evento ocorreu na noite de sexta-feira, 5 de outubro, no ginásio do educandário e reuniu a comunidade escolar.

A programação iniciou com a apresentação da Orquestra do Colégio Martim Luther, de Estrela, regida pelo maestro Cristiano Leonhardt. O conjunto trouxe ao Loteamento 8 a magia e o encanto da música instrumental, com vasto e variado repertório. Clássicos do cinema e contemporâneos estiveram presentes, não faltando o tradicionalismo e a música germânica.

Em seguida, coube à supervisora da escola, Ester de Mello, apresentar o livro que está sendo produzido pelos alunos e que deve ser lançado até o início de dezembro, com distribuição gratuita aos alunos e comercialização a preço simbólico à comunidade. “Produções literárias” reunirá uma compilação de aproximadamente 70 trabalhos (textos e ilustrações) dos alunos em cerca de 80 páginas.

Segundo Ester, o livro é uma das primeiras publicações da Rede Municipal de Ensino. “É um sonho antigo que está se concretizando. É muito gratificante estar junto com estes alunos que muitas vezes não têm outras oportunidades. Com este trabalho, a gente aprende e cresce, além de haver uma incrível troca de sentimentos”, frisou.

Encerrando a programação cultural, o grupo teatral Tribu Di Arteiros, de Morro Reuter, trouxe o espetáculo “Remotê Controlê”. Os atores Marcelo Staudt e Rosmeri Lorenzon deram vida aos palhaços Smirnoff e Mirabel, que, em suas trapalhadas, resgatam o encontro com a infância, utilizando a imaginação e a criatividade. A dupla mostrou que tudo pode ficar mais leve quando se tem novos olhares para antigos fatos, evidenciando o quão divertida pode ser a vida.

Conforme o diretor da Escola 24 de Maio, Pedro Elias Leite, o objetivo da Noite Cultural é trazer as famílias ao educandário e oportunizar à comunidade o acesso à cultura e à arte. “Nossa intenção é propiciar aos pais e à comunidade as diversas manifestações de arte. Procuramos, em cada edição, trazer atrações de fora, oportunizando um verdadeiro espetáculo artístico à toda a comunidade, que possui um vínculo muito forte com a nossa escola”, ressaltou.

A escola conta, atualmente, com cerca de 610 alunos. A Noite Cultural teve aporte financeiro do Fundo Social, da cooperativa de crédito Sicredi Ouro Branco. Através do Fundo Social, também será possível a publicação do livro “Produções Literárias”, que será lançada durante a Noite Natalina, no início de dezembro.

Texto: Ascom Teutônia