Artigos - Saúde e Bem-estar

O PODER DE TER RESILIÊNCIA NA SAÚDE – por Eliana Giacobbo

Eliana Giacobbo (Foto: Divulgação)

Vivemos uma maluquice corrida, é uma correria diária, girando em uma roda sem parar, em um ritmo frenético que não dá tempo para pensar, então a vida vira uma rotina para se tornar prática. E dentro desta loucura corrida, a grande maioria das pessoas não reserva mais um tempo para pensar, organizar a sua própria vida e analisar se o que está fazendo é realmente o que quer ou o que sonhou, ou se ainda o que faz e como faz tem algum sentido neste mundo. O que tem a ver isso tudo com a resiliência?

Resiliente é àquela pessoa que consegue passar por alguma dificuldade com mais tranquilidade e continuar no seu foco seguindo seu caminho sendo ainda mais forte, ou seja, passar por uma dificuldade, não ser abalado pelas adversidades e ainda se fortalecer com elas. Muitas pessoas passam por algumas dificuldades na vida e nunca mais voltam para o seu eixo, ficam tão abaladas emocionalmente que mesmo com acompanhamento médico ou outros profissionais e com medicamentos não conseguem mais voltar ao seu “normal”.

Com essa rotina agitada que enfrentamos atualmente, com excesso de trabalho e cobranças, metas para atingir, contas a pagar e muitos outros compromissos pode ser muito fácil sair do eixo, perder o controle, agir de forma impulsiva e se arrepender depois. Essa situação é visualizada com frequência resultando em perda de energia e pode afetar muito a saúde em longo prazo. Isso pode ser evitado quando as pessoas trabalham quatro áreas da sua vida: a física, a mental, a emocional e a espiritual. Quanto mais equilibrados estes estados, mais energia a pessoa possui e mais equilibrada a pessoa fica.

O estado que mais esgota a energia é o emocional, onde sentimentos desgastantes como raiva, ciúme, inveja, rancor, entre outros fazem a energia sumir. Sentimentos e emoções regeneradores como dignidade, confiança, admiração, amor, amizade, contemplação, gratidão, entre outras fazem repor as energias perdidas. Quando chega ao final de um dia de trabalho podemos colocar em uma balança quais as emoções vividas durante o dia e por maior período de tempo, podemos fazer uma análise de energia com a seguinte pergunta: normalmente estou carregando ou descarregando a bateria da minha energia interna? Como posso melhorar as minhas emoções para que eu recarregue minhas baterias? Como posso agir para me tornar mais resiliente? As respostas que você irá obter serão um termômetro de como está a sua resiliência e a sua saúde. O que acha de iniciar esta autoanálise ainda hoje?

Eliana Giacobbo – Nutricionista Coach de Emagrecimento.