Economia Política Mato Leitão

Orçamento 2020 em análise na Câmara

A proposta de orçamento para o exercício 2020 está na Câmara de Vereadores. A documentação, a partir da sessão ordinária da terça-feira, 26, passa por análise nas comissões permanentes de estudo. O valor proposto pelo Executivo gira em torno de R$ 27,4 milhões.

O presidente Osmar Renê Bick (PSDB) recebeu o projeto de lei do prefeito Carlos Alberto Bohn no início desta semana. Antes disso, detalhes da proposta passaram por avaliação em conselhos municipais e audiência pública, na quinta-feira, 21. O secretário de Finanças, Cleberton Ferreira da Silva, explicou que o valor, em relação ao atual exercício, terá um acréscimo de 4,5%. “A proposta do próximo ano não conta com nenhum valor envolvendo operação de crédito (asfalto). Por isso que o atual orçamento (2019) chegou a R$ 27,9 milhões, considerando que neste universo esteve contemplado R$ 1,7 milhões referente aos financiamentos”, disse.

Os detalhes do projeto foram apresentados pelo prefeito Carlo Bohn e secretário Cleberton Silva. A principal receita segue sendo o Fundo de Participação dos Municípios (FPM) com R$ 9,1 milhões, seguido de R$ 6,8 milhões do ICMS, R$ 600 mil de IPVA, R$ 573 mil da Contribuição de Melhoria e R$ 520 mil do IPTU.

A estrutura do Executivo conta com sete órgãos, sendo que duas não contam com titulares: vice-prefeito Arly Stöhr nas Obras, Viação e Trânsito e prefeito Carlos Bohn na Administração.

 

ORÇAMENTO 2020

  • – Câmara de Vereadores: R$ 616 mil
  • – Gabinete do Prefeito: R$ 801 mil
  • – Administração: R$ 7,5 milhões
  • – Finanças: R$ 1,8 milhão
  • – Obras: R$ 1,9 milhão
  • – Educação: R$ 7 milhões
  • – Agricultura: R$ 1,7 milhão
  • – Saúde: R$ 4,6 milhões
  • – Assistência Social: R$ 1,1 milhão

 

 

Assessoria de Imprensa de Mato Leitão