RS Polícia

Apenadas da penitenciária de Montenegro fabricam roupas para presos

O projeto começou em junho deste ano, confeccionando calças de moleton e camisetas de manga comprida, mas pode ampliar a produção (Foto: Divulgação Susepe)
O projeto começou em junho deste ano, confeccionando calças de moleton e camisetas de manga comprida, mas pode ampliar a produção (Foto: Divulgação Susepe)

Um espaço de costura instalado no pavilhão de trabalho do Anexo Feminino da Penitenciária Modulada Estadual de Montenegro vem produzindo roupas masculinas para a população prisional em situação de vulnerabilidade. O projeto, ainda em fase de implantação, incentiva o trabalho e a solidariedade. Atualmente, a produção conta com quatro máquinas de costura e o trabalho de cinco apenadas, podendo estender para dez.

O projeto começou em junho deste ano, confeccionando calças de moleton e camisetas de manga comprida, mas pode ampliar a produção de acordo com as necessidades e as possibilidades. A idéia é que as mulheres privadas de liberdade possam exercer uma atividade profissionalizante, e os presos que não recebem visitas de familiares possam ser contemplados com o material produzido, suprindo o déficit de doação de roupas masculinas.

Também são realizadas oficinas e produções artesanais, sempre com o objetivo de fomentar o empreendedorismo e a geração de renda, além de proporcionar remição de pena.

Rede de solidariedade
O material para confecção das roupas vem de doações. Os tecidos são doados pela Igreja Batista e pela empresa Unitraje; os retalhos pela Casa do Artesão – Lojas Rabush; e os moldes de costura, tesouras e agulhas, doados pela comunidade.

Texto: Ascom Susepe