Rural - Agricultura Teutônia

Pacote agrícola: mais de R$ 500 mil em incentivo da Prefeitura já investidos nas propriedades rurais de Teutônia

Pacote Agrícola possibilita investimentos na propriedade

Somando com os demais incentivos da Secretaria de Agricultura, os investimentos diretos nas propriedades ultrapassam os R$ 900 mil entre janeiro e junho de 2019. Incentivos possibilitam geração de renda e qualidade de vida no campo 

O Pacote Agrícola é um dos programas responsáveis por incentivar os produtores rurais a permanecerem no campo e oportunizar a sucessão familiar nas propriedades. Em 2019, a Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente já investiu, entre 1º de abril e 25 de junho, R$ 509.811,00, no programa. Com isso, 503 famílias produtoras rurais das 1.159 aptas já investiram o recurso em suas propriedades.

Para o prefeito, Jonatan Brönstrup, o Pacote Agrícola e os demais incentivos da Secretaria de Agricultura fortalecem, ainda mais, o setor primário de Teutônia. “Se hoje somos referência no setor primário e a segunda maior economia do Vale do Taquari é porque temos pessoas que acreditam no município e, com o seu trabalho, contribuem com o desenvolvimento de Teutônia. Estamos criando mais oportunidades no campo, sem esquecer o nosso principal objetivo de governo, de investir nas pessoas, o que fica evidente em cada ação nossa, como nestes incentivos”, sublinha.

A Administração Municipal, ao assumir em 2017, reajustou em mais de 15% o valor das faixas de subsídios concedidos pelo Pacote Agrícola. No mesmo ano, também foi ampliado o leque de opções para investir o recurso, que antes era restrito a sementes e adubos. Agora, os produtores podem investir, também, na aquisição de mudas, insumos, sementes, materiais e até maquinário para a produção. Para incentivar a produção saudável de alimentos, a concessão do benefício não ocorre com os gastos em agrotóxicos, sementes transgênicas e combustíveis fósseis.

Celso e Nair Feyh, de Linha Germano, possuem produção de suínos, de leite e grãos/silagem. Como a propriedade tem dois talões registrados – um dos talões está em nome da mãe de Nair, Diva König –, a família teve direito a dois benefícios do Pacote Agrícola. Para incrementar a produção de grãos e de silagem, a opção foi em aplicar os subsídios na aquisição de adubo e ureia.

Além do Pacote Agrícola, a família ainda utiliza outros incentivos da Secretaria de Agricultura, como brita e serviços de horas máquina. “Não temos o que nos queixar, pois sempre fomos bem atendidos pela Secretaria de Agricultura. E todo o incentivo que recebemos é importante, pois é um recurso a menos que precisamos desembolsar para investir na nossa propriedade”, afirma Feyh.

O Pacote Agrícola

O Pacote Agrícola 2019 está em vigor desde 1º de abril e, se todos os produtores aptos retirarem o subsídio, totalizará aproximadamente R$ 1.200.000,00. O pagamento do Pacote Agrícola tem como base os dados consolidados do valor adicionado de 2018 para o enquadramento da faixa de subsídio a ser concedido. Assim como no ano passado, o Pacote Agrícola 2019 contempla, também, o programa Troca-Troca de Sementes. O valor que antes era liberado ao Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Teutônia e Westfália para repassar sementes aos produtores, agora está disponível na Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente, incluso no Pacote Agrícola.

Os produtores rurais (titulares do Talão de Produtor) que ainda desejam participar do Programa Pacote Agrícola deverão comparecer na Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente, sala 38 da prefeitura, até o dia 30 de setembro, munidos do talão de produtor, os comprovantes de aplicação do recurso em Teutônia (notas fiscais) e conta bancária para efetuar o depósito.

O subsídio a ser concedido varia conforme o valor adicionado gerado pela propriedade (conforme apresentação das notas do talão de produtor). O produtor que gerou um valor adicionado de R$ 2.800,00 a R$ 30.000,00, recebe subsídio de R$ 975,00; de R$ 30.000,01 a R$ 50.000,00, subsídio de R$ 1.000,00; de R$ 50.000,01 a R$ 100.000,00, subsídio de R$ 1.010,00; de R$ 100.000,01 a R$ 240.000,00, subsídio de R$ 1.040,00; e acima de R$ 240.000,00, subsídio de R$ 1.100,00.

Para o secretário de Agricultura e Meio Ambiente, Márcio Mügge, o subsídio é um importante incentivo para que os produtores rurais permaneçam e invistam em suas propriedades. “Sabemos da importância desses programas, na função social deles em manter o homem no campo, bem como oportunizar a sucessão familiar na propriedade. Investimento no setor primário significa valorizar a importante atividade desenvolvida pelos agricultores de Teutônia na produção de alimentos e na sustentabilidade econômica e social”, sublinha.

Maior produção primária do Vale do Taquari

O setor primário representa 23,90% na participação do valor adicionado. A estimativa é de que a agricultura tenha gerado, em 2018, 275.676.755,00 (23,62%) em valor adicionado. Para 2019, a expectativa é de geração de R$ 292.878.167,00 (23,90%) em valor adicionado. A suinocultura é o carro-chefe da produção primária em Teutônia, representando 40,53%. Em seguida, vem avicultura (39,05%), leite (15,24%), bovinos (2,72%) e outros (2,46%).

Tendo como ano-base 2017, Teutônia volta a ocupar a primeira posição em produção primária no Vale do Taquari. Na segunda colocação vem Estrela, seguido de Westfália, Nova Bréscia e Capitão. “Sentimo-nos gratificados em oferecer aos nossos produtores o Pacote Agrícola e os inúmeros outros programas, que tornam o setor agrícola de Teutônia cada vez mais forte, onde novamente lideramos a produção primária no Vale”, destaca Mügge.

Mais de R$ 900 mil investidos diretamente no setor primário

Somando o Pacote Agrícola e os demais incentivos da Secretaria de Agricultura, o investimento direto no setor primário ultrapassa os R$ 900 mil entre janeiro e junho deste ano. “Através dos incentivos, os produtores também fomentam o comércio de Teutônia, ao adquirir insumos, equipamentos e ferramentas para o seu dia a dia. E, hoje, devido aos incentivos ver os produtores investindo e acreditando nos potencial de suas propriedades nos faz ver que estamos no caminho certo”, pontua a subsecretária da pasta, Nara Regina Nichterwitz.

Dentre os demais incentivos, estão:

Programa de inseminação artificial: R$ 82.654,14 investidos em 5.404 atendimentos entre janeiro e maio.

Programa de assistência veterinária: R$ 40.694,94 investidos em 2.046 atendimentos entre janeiro e maio.

Auxílio para a construção de aviários: R$ 44.224,00 repassados a três produtores que estão construindo aviários.

Auxílio para a construção de pocilgas: R$ 28.434,40 repassados a três produtores que estão construindo ou ampliando pocilgas.

Auxílio para construção de tambos de leite: R$ 45.896,00 repassados a sete produtores para a construção de tambo de leite.

Auxílio às agroindústrias: Neste ano, até o momento, uma agroindústria recebeu auxílio de R$ 2.507,80 para ampliação/construção.

Brita: 219 pedidos atendidos.

Saibro: cerca de 370 cargas entregues, para melhorias em acessos ou uso na propriedade.

Horas máquina: escavadeira hidráulica (128 solicitações, atendendo 39 propriedades, totalizando 178 horas), motoniveladora, retroescavadeira (172 solicitações, atendendo 96 propriedades, totalizando 157 horas) e pá carregadeira.

Enterro de animais: Já foram enterrados mais de 200 animais.

Fechamento de silos: Já foram fechados mais de 600 silos durante a safra 2018/2019.

Serviço de Inspeção Municipal (SIM): Implantação do Susaf e atendimento às 11 agroindústrias (um entreposto do mel, duas granjas avícolas, uma queijaria, sete unidades de beneficiamento de carne e produtos cárneos).

CRÉDITOS DO TEXTO: Édson Luís Schaeffer
Assessoria de Imprensa  Prefeitura de Teutônia