Investimento Destaques Lajeado

Pacto Lajeado pela Paz começa a formar turmas de facilitadores da paz

O desenvolvimento de uma cultura de paz para o município de Lajeado começa a ganhar forma. Nos dias 07 e 08 de agosto, foi realizada a formação do primeiro grupo de lideranças do município como facilitadores da paz. O grupo participou do Curso de Formação Básica para Facilitadores de Justiça Restaurativa para o conhecimento da metodologia dos Círculos de Construção de Paz Não Conflitivos. A formação de facilitadores da paz, promovida pela Prefeitura de Lajeado em parceria com o Ministério Público (MP), faz parte do conjunto de ações da Justiça Restaurativa do Pacto Lajeado pela Paz.

Uma das ações de prevenção do Pacto Lajeado pela Paz é seguir os princípios e valores da Justiça Restaurativa. Para fortalecê-la no município, a capacitação, ministrada pela instrutora e coordenadora da Justiça Restaurativa Tânia Fröhlich Rodrigues e pela instrutora Carmen Lúcia Sampaio Spalding, busca formar facilitadores da paz para promover o fortalecimento dos relacionamentos, a fim de minimizar as situações de conflitos nos espaços comunitários, familiares e de trabalho.

Conforme Tânia, durante a capacitação os participantes vivenciam cada etapa da metodologia do Círculo de Construção de Paz.

“A metodologia dos Círculos de Construção de Paz foi aperfeiçoada a partir dos povos indígenas, quando sentavam em círculo para celebrar e resolver problemas. Também nas pequenas comunidades as pessoas já sentavam em círculo para organizar as festas. Esses momentos simbolizam o diálogo, o fortalecimento dos relacionamentos e a conexão”, explicou Tânia.

Além disso, a capacitação aborda a comunicação não violenta, compreendendo as necessidades do outro com técnicas de escuta qualificada, observação e não julgamento.

A primeira turma foi composta pela vice-prefeita, Gláucia Schumacher, pelos secretários do Planejamento e Urbanismo (Seplan), Rafael Zanatta, do Meio Ambiente (Sema), Luis André Benoitt, da Segurança Pública (Sesp), Paulo Locatelli, pela secretária da Educação (Sed), Vera Plein, pelo ouvidor do município, Gunther Meyer, além de servidores municipais e dos promotores de Justiça Ana Emília Vilanova e Neidemar Fachinetto, diretor das Promotorias de Justiça da Comarca de Lajeado. O curso deste grupo se encerra no dia 25/09, quando os participantes voltam a se reunir para aprofundar a teoria da Justiça Restaurativa e relatar as experiências em processos circulares ou práticas restaurativas durante esse período.

A partir de setembro, as capacitações também serão voltadas para a rede de atendimento das áreas de saúde, educação, assistência social e cultura, grupos comunitários, como líderes comunitários e religiosos, jovens dos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) e Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) e Organizações Não Governamentais (ONGs).

O curso tem duração de 25 horas e é dividido em dois dias. Durante a formação, é definida uma terceira data para o fechamento do grupo.

SAIBA COMO PARTICIPAR:

Pessoas da comunidade interessadas em realizar o curso podem entrar em contato com a coordenação do Pacto Lajeado pela Paz pelo fone 3982-1028 ou pelo e-mail pacto@lajeado.rs.gov.br para deixar seu nome na lista de interessados em fazer a formação. Na medida em que as turmas forem sendo abertas, as pessoas serão chamadas a participar.

Saiba mais sobre o Pacto Lajeado pela Paz clicando aqui.

Cronograma do Curso de Formação Básica para Facilitadores de Justiça RestaurativaSetembro

  • 10 e 11/09
  • 23 e 24/09

Outubro

  • 08 e 09/10
  • 22 e 23/10

Novembro

  • 11 e 12/11
  • 25 e 26/11

Dezembro

  • 09 e 10/12

 

 

Texto Pietra Darde
Assessoria de Imprensa de Lajeado