Serviços Educação Lajeado

Pacto Lajeado pela Paz inicia capacitação de professores para metodologia socioemocional no Colégio Sinodal Gustavo Adolfo

Por meio do projeto do Pacto Lajeado Pela Paz, o município concluiu nesta terça-feira a capacitação de professores para a aplicação da metodologia socioemocional nas escolas em 2020. Na segunda e terça-feira, nos dias 16 e 17/12, professores do Colégio Sinodal Gustavo Adolfo receberam a formação do Programa Seja. Cerca de 40 profissionais participaram do curso, que ocorreu na escola, no bairro São Cristóvão.

A prefeita em exercício, Gláucia Schumacher, e o diretor do Colégio, Edson Wiethölter, estiverem presentes no dia da abertura.

No primeiro dia de curso, o consultor Alberto Kopittke, diretor executivo do Instituto Cidade Segura, entidade contratada para a condução do programa, apresentou o Pacto Lajeado pela Paz, as evidências científicas e o Programa Seja. A metodologia, que será implantada a partir de 2020 em 20 sessões de educação socioemocional, é voltada a alunos do 1º ao 9º ano de todas escolas de Lajeado.

São princípios do programa: educação socioemocional (processo de adquirir habilidades necessárias para reconhecer e gerenciar emoções) e suas cinco competências (autoconhecimento, autogerenciamento, consciência social, competência nas relações e tomada de decisão responsável), mindfulness (estado de alerta que emerge por meio da atenção), justiça restaurativa/comunicação atenta (resolução de conflitos) e empreendedorismo (foma como uma pessoa pensa e age no momento em que se propõe a fazer alguma coisa).

Conforme a psicóloga do Instituto e coordenadora do Programa, Lisiane Rech , o curso é uma oportunidade para os professores experimentarem algumas atividades práticas do programa.

Já nesta terça-feira, 17/12, a coordenadora da Justiça Restaurativa do Pacto Lajeado pela Paz, Tânia Fröhlich, apresentou os elementos essenciais da metodologia dos Círculos de Construção de Paz e Comunicação Não Violenta e explicou como os círculos funcionam para auxiliar na educação socioemocional. Os participantes também praticaram os círculos conversando sobre a questão: “O que está vivo em você? Como você faz para a sua vida ser maravilhosa?”

Ainda, os participantes receberam diversos exemplos de aulas e dinâmicas. Um dos participantes do curso foi Henrique Pretto, 39 anos. “O curso foi legal e muito produtivo. Com certeza, as dinâmicas e o diálogo nos ajudarão a trabalhar em sala de aula com os alunos. A violência é algo que preocupa a todos e devemos pensar sobre isso e de que forma podemos ajudar as pessoas que estão próximas buscando diminuir a violência”, contou Pretto.

As capacitações para as demais escolas do município começarão em fevereiro de 2020.

Saiba mais

O programa Seja buscará trabalhar questões individuais para atuar na prevenção da violência dentro das escolas e, por consequência, na comunidade.

Para isso, o Pacto Lajeado pela Paz capacitará professores e monitores de todas as escolas do município e também profissionais das secretarias de Saúde (Sesa), da Educação (Sed) e da Assistência Social (Sthas), que terão a missão de preparar alunos e jovens para a tomada de decisões que, no futuro, ajudarão a prevenir a violência, afastando-os de comportamentos de risco.

Assessoria de Imprensa de Lajeado