Segurança Santa Clara do Sul

Parceria garante mais segurança à comunidade

Convênio entre Consepro e Certel Energia busca melhorar estrutura da Brigada Militar

Membros do Consepro de Santa Clara do Sul concretizando a parceria com a Certel

A vereadora Helena Herrmann (MDB) ocupou o espaço da tribuna na sessão da semana passada, dia 20 de março, para anunciar uma importante conquista à comunidade de Santa Clara do Sul. A partir de abril, o Conselho Comunitário Pró-Segurança Pública (Consepro) do município firma convênio com a Certel Energia com o objetivo de garantir mais segurança à população.

Helena informou que a parceria foi confirmada pela cooperativa de Teutônia após o Consepro entregar o número mínimo de 300 assinaturas estabelecido pela Certel para iniciar a campanha que permite ao cliente da distribuidora de energia autorizar o acréscimo de R$ 1 mensal na sua conta de luz, a ser revertido em prol do fortalecimento da segurança pública local.

A contribuição voluntária deve ser autorizada a partir do preenchimento de uma ficha de inscrição com o número da conta de luz, endereço e assinatura do cliente. Intitulada de “Juntos pela Segurança”, a campanha do Consepro busca oferecer melhores condições de trabalho à Brigada Militar (BM) do município.

Presidente do Consepro, Helena agradeceu a todos os clientes da Certel que colaboraram com a iniciativa. “Com esse número inicial de 300 assinaturas conseguiremos arrecadar em torno de R$ 440 mensais. Pedimos que as pessoas continuem aderindo à campanha, pois o valor arrecadado será usado para a manutenção dos serviços da BM local”, destacou. A quantia mínima de auxílio é de R$ 1, mas também existe a possibilidade de ajudar com valores maiores.

Helena ressaltou que o Consepro de Santa Clara do Sul é o primeiro conselho de segurança a conseguir esse tipo de convênio com a Certel. “Quem ainda não faz parte da campanha deve colaborar. Um real pode fazer toda a diferença para a Brigada Militar”, salientou a vereadora, que ainda agradeceu a cooperativa pela parceria.

Outro auxílio enfatizado pela vereadora é o repasse de R$ 2 mil por parte da Cooperativa Sicredi, valor que viabilizou a compra de um aparelho celular e de um plano de internet móvel à BM. “Hoje a Brigada tem um telefone da Vivo e outro da Claro”, mencionou.

Da mesma forma, Helena citou o recurso conquistado pelo Consepro, no valor de R$ 5.364,00, usado para a compra de uma impressora laser, cadeiras giratórias e uma lanterna à BM do município. O dinheiro foi repassado pelo Foro de Lajeado. O recurso provém de transações penais.

O aumento do efetivo é outra demanda do Consepro. “Fizemos uma carta dirigida ao Comando Regional da Brigada Militar citando todas as ações que estamos fazendo em prol da segurança do município e, em contrapartida, solicitamos o reforço no efetivo. Assim como nós estamos nos mobilizando, esperamos que eles se sensibilizem e ampliem o número de soldados”, salientou a vereadora.

Por fim, Helena enalteceu o esforço do governo municipal em viabilizar a instalação de câmeras de vídeo-monitoramento em Santa Clara do Sul, cujo processo está na fase de licitação.

Projetos aprovados

– Autoriza o Executivo a firmar contrato e/ou convênio com órgãos de proteção ao crédito e com o Instituto de Estudos de Protestos do Rio Grande do Sul (IEPRO), possibilitando o protesto das Certidões de Dívida Ativa correspondentes aos débitos tributários e não tributários, além da inscrição nos órgãos de proteção ao crédito.

– Permite que o governo municipal firme Termo de Participação Financeira com a Cooperativa Regional de Eletrificação de Teutônia (CERTEL) visando instalar postes de média tensão na Avenida Emancipação e na Rua Loni Maria Weber.

– Autoriza o Executivo a contratar dois serventes, em situação de emergência e atendendo excepcional interesse público, temporariamente.

– Permite que a administração municipal abra um crédito especial de R$ 36,85. Trata-se de um rendimento remanescente de repasse feito pelo FNDE no valor de 42.706,00 para a aquisição de classes escolares e mobiliário, o qual deve ser devolvido para a aprovação da prestação de contas.

 

 

Assessoria de Imprensa de Câmara de Santa Clara do Sul