Candelária Investimento Geral

Parceria viabiliza instalação de energia solar no Asilo Recanto da Vida em Candelária

Desde a última semana, a Sociedade Assistencial de Candelária (SAC) – Recanto da Vida conta com um sistema de geração de energia solar composto por 142 módulos (placas solares). Os equipamentos, que geram 46,86kWp de potência e vão representar uma economia mensal de R$ 3,4 mil na conta de luz da instituição, foram viabilizados graças a uma parceria. A empresa santa-cruzense Solled Energia forneceu o equipamento a preço de custo e doou a instalação e o material elétrico, enquanto o laudo civil foi doado pela Bauen Engenharia. “Analisamos a necessidade e a viabilidade do projeto de instalação do sistema solar fotovoltaico. A economia na energia vai proporcionar melhorias na qualidade de vida dos residentes. Esse tipo de parceria faz parte da filosofia da nossa empresa e nos permite ajudar a comunidade por meio de projetos sociais”, destaca o diretor da Solled, Josué Lopes Farias.

De acordo com o presidente da sociedade assistencial, Dalton Hoppe, o sistema de geração de energia solar era um sonho antigo da diretoria. “A gente gastava um valor altíssimo em energia elétrica. Era um sonho, só que um sonho muito distante. Conseguimos fazer uma parceria e consolidar este projeto, que para nós é muito viável. Pretendemos economizar um valor significativo, onde vai ser usado na melhoria dos próprios vôs, para eles mesmos ter um ambiente melhor. Cada um fazendo a sua parte, isso é uma vitória. É uma alegria ter um projeto deste tamanho que, há poucos dias, a gente via impossível e hoje está realizado”, ressalta.

 

Saiba mais: O Recanto da Vida conta com 76 internos hospedados, que são atendidos por uma equipe de 31 funcionários, que se dividem em três turnos, 24 horas por dia. Conforme Hoppe, esta diretoria atual assumiu em 2016, quando o asilo passava por diversas dificuldades e um grupo de amigos, representantes de diversas entidades, assumiram a gestão de maneira voluntária. “Com o apoio da comunidade, a gente tentou levantar o Recanto. Hoje, a gente tenta dar o máximo de conforto para os vôs, pois eles precisam, trabalharam a vida toda”, frisa.

 

 

Assessoria de Imprensa Solled Energia