RSS Eventos Lajeado

Pastor lança livro sobre alternativas aos agrotóxicos

 Pastor lança livro sobre agrotóxicos (Foto: Divulgação)
Pastor lança livro sobre agrotóxicos (Foto: Divulgação)

Direto da Alemanha, o Pastor Silvio Meincke (74) estará em Lajeado nesta quinta-feira (22) para lançar seu novo livro intitulado “A Vitória de João Pardo – na procura por alternativas aos agrotóxicos”, da editora Sinodal. O Lançamento será a partir das 19h30min no Centro Comunitário Evangélico, na rua Carlos Von Kozeritz número 88. O Pastor fará uma breve apresentação sobre o livro e após a sessão autógrafos e conversa com o público. Silvio Meincke é gaúcho e foi criado no interior de Estrela.

Conforme ele, o livro foi produzido com o apoio de amigos, colegas e da direção nacional da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB). O livro é uma crítica ao consumo de veneno na produção de alimentos. Conforme as pesquisas do autor, 1 milhão de toneladas são jogadas todos os anos sobre as lavouras brasileiras, o que representa 5,2 litros por habitante.

A primeira parte do livro é uma fábula para que as pessoas não habituadas à leitura também embarquem no texto e encontrem gosto pelo livro. Na fábula, o líder dos pássaros, João Pardo, o menino Amadeo e a Rainha das Abelhas se unem na defesa de plantas e flores e contra o uso de venenos. E o Pastor Meincke afirma que os amigos João Pardo e Amadeo irão conquistar leitores e leitoras, também crianças e jovens.

Na segunda parte do livro foram captados oito depoimentos de pessoas que amam plantas, flores, borboletas, libélulas, colibris e a biodiversidade em geral. São depoimentos de três pessoas da Alemanha e de cinco brasileiras, todas ativas na preservação do ambiente natural. Já na sequência foi realizada uma comparação entre a produção de alimentos pela agricultura familiar e a produção de commodities pelo agronegócio. O encerramento constata informações sobre o uso de veneno e suas consequências.

O João Pardo

No livro, João Pardo não quer apontar um dedo acusador contra agricultores que usam venenos nas suas lavouras, mas ele quer apontar para a necessidade urgente de encontrar alternativas aos agrotóxicos, um desafio que ele vê como tarefa conjunta de todos plantadores, comerciantes, industrialistas e consumidores, se é que a humanidade, que logo contará com nove bilhões de pessoas, quer alimentar-se sem destruir a vida no Planeta Terra. O livro não levanta o dedo acusador contra os agricultores que usam venenos nas suas roças, mas quer chamar atenção que todos juntos, plantadores, comerciantes, industrialistas e consumidores precisamos procurar alternativas.

Livros

Com cerca de 350 páginas, o mais extenso dos livros descreve, na forma de uma narrativa subjetiva, a trajetória pessoal e profissional de Silvio Meincke. O livro chamado “Horizontes e Raízes: histórias de sesmarias e picadas” resgata passagens da vida de Meincke associadas a pessoas que o acompanharam ao longo dos anos, desde os tempos de Instituto Pré-Teológico (IPT), passando pelo seu ministério na IECLB e chegada à Alemanha.

O segundo livro, intitulado “Quem vai alimentar o mundo? Histórias de pessoas que produzem alimentos” reúne o depoimento de grandes lavoureiros e pequenos agricultores, indígenas e quilombolas, técnicos e diretores de órgãos públicos. No terceiro livro – “Ser feliz e outros temas atuais” –, o Pastor dialoga com amigos especialistas nas diversas áreas do conhecimento a fim de decifrar alternativas para a questão: o que é preciso para ser feliz?.

Texto: Portal Região dos Vales/Ascom IECLB