RSS Geral Lajeado

Prefeitura de Lajeado inicia fase de testes do sistema de reconhecimento facial

Sistema foi testado na presença de jornalistas junto a sala de videomonitoramento no 22º BPM da Brigada Militar (Foto: Rafael Grün)
Sistema foi testado na presença de jornalistas junto a sala de videomonitoramento no 22º BPM da Brigada Militar (Foto: Rafael Grün)

Com o objetivo de aumentar a sensação de segurança da comunidade, a Prefeitura de Lajeado, por meio da Secretaria de Segurança Pública (Sesp), iniciou a fase de testes de um sistema de reconhecimento facial no município. Na quinta-feira (07), no Salão de Eventos da prefeitura, o sistema foi apresentado à imprensa pelo titular da Sesp, Paulo Locatelli, e pelo diretor técnico de inteligência da Sesp, Vinícius Renner. Após a apresentação, foi feita uma demonstração em tempo real sobre o funcionamento do sistema.

– Investir em tecnologia é a melhor forma de ampliarmos a segurança das nossas cidades, agilizando o atendimento a nossa comunidade e garantindo uma maior sensação de segurança e bem-estar para todos. Hoje em dia, é impossível pensar em segurança sem investir em equipamentos de ponta. É nisso que estamos apostando – diz o prefeito, Marcelo Caumo.

O reconhecimento facial acontece a partir de uma câmera de vigilância instalada em ponto estratégico de Lajeado. Qualquer pessoa que passa pelo local monitorado é fotografado, e a fotografia é enviada em tempo real para o banco de dados do sistema. Este banco de dados será alimentado com informações dos órgãos de segurança do município, do Estado e federais, com fotos e informações de suspeitos, detentos do presídio, foragidos, crianças, idosos e demais pessoas que podem estar desaparecidas. Quando alguém cadastrado no sistema é identificado pela câmera, o sistema produz uma resposta comparativa entre o reconhecimento e a fotografia que consta em seu banco de dados. O sistema emite, então, um alerta aos órgãos de segurança, garantindo maior rapidez e eficiência na resposta dos órgãos.

– Acreditamos que integrar o trabalho das polícias locais, estaduais e federais em um mesmo projeto só gera benefícios para todos – diz o secretário municipal de Segurança Pública, Paulo Locatelli. Ele esclarece, contudo, que todos investimentos feitos nos sistemas que encontram-se em operação, seja em fase de testes conceito ou não, foram e estão sendo suportados pela empresa. Ainda, destaca que o objetivo dos testes é aprimorar a utilização da informação de modo a gerar resultados efetivos para a segurança pública de Lajeado e região. Neste sentido, ele afirma que a fase de testes do sistema de reconhecimento facial antecede uma futura licitação, destinada a aquisição de equipamentos tecnológicos que irão potencializar e dar maior abrangência ao sistema. Conforme Locatelli, a implantação do sistema de reconhecimento facial integra a segunda fase de um grande projeto de segurança municipal da Sesp, denominado Projeto Scutum – Escudo Virtual. O Scutum contará com seis fases:

– Fase 1: implantação do sistema anti-intrusão e extrusão e controle perimetral do Presídio Estadual de Lajeado. Já implantado. Permite detectar por meio de câmeras quando um objeto é lançado para dentro ou para fora do Presídio Estadual, reduzindo o risco de objetos não permitidos adentrarem a casa prisional.

– Fase 2: reconhecimento facial, em fase de testes.

– Fase 3: implantação de leitor de placas de veículos em Lajeado, que permitirá o controle de entrada, circulação e saída de veículos no município. Permitirá, também, a elaboração de banco de dados quantitativo e qualitativo, permitindo o direcionamento de ações, operações e respostas às ações policiais. Outra possibilidade será o controle secundário de velocidade das vias, mas sem gerar autuações, mas permitindo o monitoramento das vias através do VDM (média diária de veículos/horário), permitindo a busca de soluções em locais que apresentam problemas de fluxo em determinados horários.

– Fase 4: implantação e interligação da agência local de inteligência com os demais órgãos do Sistema Brasileiro de Inteligência (SISBIN).

– Fase 5: aprimoramento do sistema de respostas a eventos normais e críticos.

– Fase 6: construção de um centro de comando e controle que permitirá integrar todos órgãos de segurança e Defesa Civil no Município de Lajeado.

Texto: Ascom Lajeado