Estrela Geral RS RSS

Prefeitura disponibiliza guias do IPTU a partir de segunda-feira

Guias poderão ser retirada no Setor de Arrecadação da Secretaria da Fazenda (Foto: Paulo Ricardo Schneider)
Guias poderão ser retirada no Setor de Arrecadação da Secretaria da Fazenda (Foto: Paulo Ricardo Schneider)

A partir da próxima segunda-feira, dia 15 de janeiro, estarão à disposição dos contribuintes as guias para pagamento do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) de Estrela para o ano de 2018. Elas poderão ser retiradas no Setor de Arrecadação da Secretaria da Fazenda – localizado na rua 13 de Maio, 360 – ou pelo site www.estrela.rs.gov.br. Este ano o imposto teve uma correção de 1,94%, de acordo com a variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).

Para aqueles que efetuarem o pagamento à vista, até o dia 10 de março, haverá desconto de 7%. O abatimento pode chegar a 9% para quem não tiver débitos vencidos de IPTU no cadastro do seu imóvel até o dia 10 de dezembro do ano passado. Os que preferirem parcelar o imposto podem fazê-lo em até 12 vezes, dentro do exercício de 2018.

Taxas e ISS

O lançamento da taxa de coleta de lixo se dará em abril, com vencimento em 2 de maio, podendo ser parcelada em três vezes. Também em abril será lançado o Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN – Fixo), que da mesma forma vencerá em 2 de maio. Se for pago até esta data, em cota única, o ISS Fixo terá desconto de 7%. Assim como no IPTU, os contribuintes deste imposto que não tiverem débitos vencidos até 10 de dezembro do ano passado terão um abatimento de mais 2%. Depois disto, pode ser feito parcelamento em até três vezes. A taxa do alvará sanitário tem o mesmo vencimento: 2 de maio.

O atendimento no Setor de Arrecadação é das 8h às 11h30min e das 13h30min às 17h. A partir da próxima semana, nas sextas-feiras não fechará ao meio-dia, para melhor atender aos contribuintes. A prefeitura estima arrecadar R$ 6,5 milhões com o IPTU, de acordo com o que está previsto no orçamento deste ano. São pouco mais de 13 mil imóveis sujeitos ao imposto.

Texto: Ascom Estrela