Região Polícia

Presos plantam legumes e verduras para doar a instituições carentes em Santa Cruz

Parte dos alimentos produzidos na horta é destinada a instituições carentes do município - Foto: Divulgação/PRSC)
Parte dos alimentos produzidos na horta é destinada a instituições carentes do município (Foto: Divulgação/PRSC)

Presos do regime fechado e semiaberto do Presídio Regional de Santa Cruz do Sul, no Vale do Rio Pardo, plantaram mais de seis mil mudas de legumes e verduras em um projeto de inclusão profissional e social. Além do uso interno, grande parte dos alimentos produzidos na penitenciária é destinada a instituições carentes do município.

Entre as culturas produzidas, estão o repolho, alface, rúcula, couve-flor, brócolis, salsa, cebola, pimentão e couve. Todo o cuidado com limpeza do terreno, plantação e irrigação da horta é feito por três apenados. As mudas são doadas por uma empresa de Sobradinho.

A iniciativa é da direção do presídio, que buscava criar alternativas de mão de obra prisional. O diretor Aledison Picolini informa que cada dia trabalhado rende remição de pena aos voluntários. Segundo ele, a intenção é aumentar a produção para beneficiar mais instituições da região.

Texto: Ascom Estado