Saúde Encantado

Prevenção a diabetes leva mais de 500 funcionários a realizarem exame

Tatiane e Adriana com a funcionária Karin

Iniciativa apontou como está a saúde dos empregados e encaminhou àqueles que tinham algum problema ao tratamento 

No período de 30 de setembro a 11 de outubro, 517 funcionários da Dália Alimentos compareceram à Enfermaria da cooperativa para participar de uma atividade de prevenção de doenças, neste caso, a diabetes. Nos turnos da tarde e da noite, foram realizados exames de glicose e aferida a pressão pelas técnicas em enfermagem Adriana Pellizzari e Tatiane Rodrigues.

Deste número, 31 empregados estavam com a glicose alterada. Em virtude disso, todos repetiram os exames em jejum e 26 continuaram com alterações, sendo que dez tomam medicação contínua e os demais foram encaminhados para tratamento médico. Quanto ao controle da pressão, 99 funcionários apresentaram a pressão alterada, sendo que 21 realizam o controle e ingerem medicação. Os demais foram encaminhados para tratamento médico e os funcionários que apresentaram prospecção para a doença foram conduzidos para tratamento.

A atividade foi proposta pelo Grupo Controle da Qualidade (GCQ) Pessoas, Ideias, Processos e Atitude (PIPA) dos setores Pessoal e Segurança do Trabalho (Controladoria). Os funcionários do setor Embalagem, Ivanir dos Santos (49) e Zenaide Eccher (57) e da Inspeção, Karin Perin Henika (31), foram alguns dos que realizaram os exames. Segundo eles, muitas vezes questões simples, como apenas sentar alguns instantes para verificar a pressão e o teor de glicose são deixadas de lado.

A técnica em enfermagem, Adriana Pellizzari, disse que os funcionários aprovaram e agradeceram a iniciativa. “Muitos nunca haviam realizado o exame da glicose e outros apresentavam alteração e nem imaginavam. Foi um trabalho benéfico e de muita importância para cada colega que esteve conosco no ambulatório. Cada vez precisamos orientar mais e esclarecer as pessoas sobre a prevenção de doenças e o que podemos fazer em nosso benefício para melhorar a qualidade de vida, seja em casa ou no ambiente de trabalho”.

Segundo a supervisora do Setor Pessoal, Sandra Simonis Lucca, a iniciativa visa melhorar a qualidade de vida dos funcionários, pensando no coletivo e visando ao bem comum. “A preocupação com a qualidade de vida dos empregados surge em um momento em que a prevenção é o melhor remédio. Ainda dentro das ações propostas pelo GCQ está a aplicação de um questionário para que se tenha um histórico da saúde e da situação psicossocial de cada funcionário. Do ponto de vista organizacional a prevenção racionaliza custos e certamente continuaremos a desenvolver campanhas no sentido de prevenir doenças”.

 

Saiba mais

Conforme a Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD), no Brasil há mais de 13 milhões de pessoas vivendo com diabetes, o que representa 6,9% da população. E esse número está crescendo. Em alguns casos, o diagnóstico demora, favorecendo o aparecimento de complicações. Diabetes é uma doença crônica na qual o corpo não produz insulina ou não consegue empregar adequadamente a insulina que produz.

Insulina é um hormônio que controla a quantidade de glicose no sangue. O corpo precisa desse hormônio para utilizar a glicose que obtemos por meio dos alimentos, como fonte de energia. Quando a pessoa tem diabetes, no entanto, o organismo não fabrica insulina e não consegue utilizar a glicose adequadamente. O nível de glicose no sangue fica alto – a famosa hiperglicemia. Se esse quadro permanecer por longos períodos, poderá haver danos em órgãos, vasos sanguíneos e nervos.

 

Fotos: Carina Marques
Assessoria de Imprensa Dália Alimentos
Jornalista Carina Marques