Região Polícia

PRF divulga resultados das ações no mês de junho

As autuações com o radar fotográfico e com o radar portátil chegaram à marca de 1447, em cerca de cinquenta horas de utilização (Foto: Divulgação/PRF)
As autuações com o radar fotográfico e com o radar portátil chegaram à marca de 1447, em cerca de cinquenta horas de utilização (Foto: Divulgação/PRF)

Na quarta-feira (06), a Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Lajeado divulgou números referentes ao trabalho realizado no mês de junho, no trecho que compreende mais de 300 quilômetros da BR-386, entre Vitor Graeff e Nova Santa Rita.

As ações de educação para o trânsito tiveram destaque. Durante as abordagens educativas, 1583 pessoas foram sensibilizadas nas quatro Unidades Operacionais pertencentes a Lajeado (Lajeado, Soledade, Tabaí e Montenegro). No mesmo período de 2015 foram 232 pessoas.

Durante as abordagens, os motoristas foram orientados sobre a obrigatoriedade e benefícios do uso dos faróis baixos também durante o dia, os riscos de ultrapassagens forçadas e em locais proibidos, a importância da utilização do cinto de segurança, dentre outros assuntos.

Fiscalizações

Na região foi contabilizada a fiscalização de 4218 veículos e 4582 pessoas.

Prisões

No mês de junho 21 pessoas foram detidas. No mesmo mês em 2015, houve a prisão de cinco pessoas.

Autos de Infração

Foram aplicados 778 autos de infração, destacando-se as 79 notificações de produtos perigosos e as 107 de ultrapassagens forçadas ou em local proibido. Esta é uma das principais causas de acidentes com morte nas rodovias. Nesses dados não constam as atuações por radar.

Radar

As autuações com o radar fotográfico e com o radar portátil chegaram à marca de 1447, em cerca de cinquenta horas de utilização.

Excesso de Peso

Nas 15 notificações de excesso de peso, mais de 65 mil quilos de carga excedente foram remanejadas. O excesso de peso dos caminhões é um dos principais responsáveis pelos danos causados às rodovias.

Acidentes

Houve uma redução no número de acidentes. Em junho foram registrados 69, enquanto em 2015 foram 71. O número de mortes também foi menor: duas em 2016 e quatro no ano passado. A Polícia Rodoviária Federal continuará intensificando as ações de fiscalização e orientação para o trânsito, visando sempre à redução do número de acidentes e à segurança de todos os usuários da rodovia.

Texto: Portal Região dos Vales