Educação Encantado Destaques

Produção orgânica de alimentos é debatida em fórum em Encantado

Atividade integrou a programação da Suinofest (Foto: Gisele A. Feraboli)
Atividade integrou a programação da Suinofest (Foto: Gisele A. Feraboli)

Encantado sediou no dia 3 de junho o Fórum Regional de Produção Orgânica para Alimentação Escolar e para sua vida, o qual teve por objetivo abordar temas sobre a alimentação livre de agrotóxicos e incentivar a produção e o consumo de alimentos orgânicos. A programação foi uma realização em parceria da Administração Municipal, Emater/RS-Ascar, Câmara de Vereadores com apoio da Assembleia Legislativa e marcou mais uma atividade alusiva à Suinofest.

O evento foi realizado no Auditório Itália do Centro Administrativo Municipal e contou com a participação de diversas autoridades, representantes de entidades ligadas ao setor, estudantes, educadores, nutricionistas e agricultores.

Na abertura da atividade, o vice-prefeito de Encantado, José Calvi, destacou que a maior parte dos produtos comprados para a merenda escolar do município são provenientes da agricultura familiar, sendo que a maioria são de produtores encantadenses. “Devemos valorizar e incentivar a produção da agricultura familiar e os produtos orgânicos, os quais são saudáveis. Afinal, a alimentação que consumimos é a saúde de nosso corpo”.

O presidente da Câmara de Vereadores, Luciano Moresco, falou do Projeto de Lei número 22 de 2015, de sua autoria, que dispõe sobre a obrigatoriedade de inclusão de alimentos orgânicos na alimentação escolar, no âmbito do sistema público de ensino de Encantado. “O objetivo é, além da importância de melhorar a alimentação, incentivar as famílias a produzirem alimentos orgânicos, inclusive com os alimentos sendo pagos com maior remuneração em função dos alimentos serem de qualidade”, mencionou.

Na sequência, o engenheiro agrônomo e presidente da Associação Gaúcha de Proteção ao Ambiente Natural (Agapan), Leonardo Melgarejo, abordou o tema “O impacto da produção de alimentos”. Depois, a médica do trabalho e toxicologista, Vírginia Dapper, falou dos “Impactos à saúde provocados pelos agrotóxicos”. Na parte da tarde, o deputado estadual Edegar Pretto explanou a respeito do tema

“Legislação como incentivo de produção e consumo de alimentos orgânicos” e a nutricionista Lisangela Bagatini sobre a temática “a importância do alimento orgânico na alimentação escolar”. Também os representantes do Organismo de Controle Social (OCS) Defensores da Natureza e do Grupo de Agricultores ecologistas de Forqueta deram seus depoimentos de como preservar o meio ambiente e tornar a produção sustentável.

Para o gerente regional da Emater/RS-Ascar, Marcelo Brandoli, o evento foi importante por abordar um tema que normalmente está na pauta da Emater/RS-Ascar, sendo fundamental não são para os gestores, mas também para toda a sociedade refletir sobre a importância da alimentação saudável e com qualidade nutricional.

Texto: Assessoria de Imprensa da Prefeitura