Destaques Educação Estrela RSS

Programa Cooperativas Escolares é lançado em Estrela

Cooperativas escolares - lançamento (2)
Mais de 1,4 mil associados da Sicredi Ouro Branco acompanharam o acordo (Foto: Rodrigo Angeli)

Diante de um expressivo público, foi selado na noite de quinta-feira (16), o acordo de cooperação entre Governo de Estrela e a Sicredi Ouro Branco para a implantação das Cooperativas Escolares no município, hoje com mais de 80 unidades em todo o Estado. Três escolas municipais de Ensino Fundamental irão aderir ao projeto que incentiva a formação de jovens grupos cooperativistas: Pedro Jorge Schmidt, Cônego Sereno Hugo Wolkmer e Leo Joas. Primeira reunião ocorre nesta segunda-feira.

O prefeito, Rafael Mallmann, e o presidente da Sicredi no Vale do Taquari, Silvio Landmeier, oficializaram a parceria durante a assembleia estrelense da cooperativa master, no Centro Comunitário Cristo Rei, diante de 1,4 mil associados que foram aprovar o relatório de 2016 e participar de jantar de confraternização. Para Mallmann, investir em educação sempre foi uma prioridade em Estrela, e buscar parcerias que fomentem a excelência na área é fundamental. “Estamos oportunizando mais uma ferramenta para que nossos jovens alunos possam desenvolver ações extracurriculares que trabalhem áreas importantes e essenciais como a economia, além de atividades sociais e culturais, em práticas que tragam benefícios a estes associados e fomentem a formação de novos líderes.” Também participaram do ato o secretário de Educação de Estrela, Marcelo Mallmann, e o Diretor Executivo da Sicredi, Neori Abel, entre outras autoridades.

Saiba Mais

A iniciativa visa a criação de associações de estudantes. Estas têm finalidade educativa, nas quais alunos são incentivados a desenvolver atividades econômicas, sociais e culturais em benefício dos jovens associados. Também trabalham a formação de futuros líderes, gestores, empreendedores e cidadãos. Através destas organizações os estudantes vivenciam princípios do cooperativismo, participam do desenvolvimento de projetos, oficinas e trabalham disciplinas como gestão, educação financeira, cooperativismo e outras. A adesão das escolas é voluntária e as cooperativas devem ser formadas somente por alunos. Estes terão suporte pedagógico para a implantação e desenvolvimento do programa e um professor orientador.

Texto: Ascom Estrela