RSS Rural - Agricultura Lajeado

Programa de Aquisição de Alimentos é lançado oficialmente em Lajeado

Primeira distribuição dos alimentos ocorreu logo após lançamento do PAA (Foto:  Bianca Mallmann)
Primeira distribuição dos alimentos ocorreu logo após lançamento do PAA (Foto: Bianca Mallmann)

A Prefeitura de Lajeado, através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Agricultura (Sedetag), lançou oficialmente na na segunda-feira (05), o Programa de Aquisição de Alimentos 2017 (PAA 2017). Neste ano, Lajeado garantiu junto ao Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDSA) R$ 293.239,72 para compra direta de alimentos provenientes da agricultura familiar. O objetivo do programa é fortalecer a agricultura familiar, incentivar a produção local e beneficiar a rede socioassistencial do município.

Estiveram presentes o prefeito de Lajeado, Marcelo Caumo, o presidente da Câmara de Vereadores de Lajeado, Waldir Blau, o coordenador de Serviços Urbanos, Adi Cerruti, o secretário do Desenvolvimento Econômico Turismo e Agricultura, Douglas Sandri, o gerente regional da EMATER/ASCAR em Lajeado, Marcelo Antônio Araldi Brandoli, a coordenadora pedagógica da Slan, Angelisa Klein e, representando os agricultores, a fornecedora do PAA, Rosane Sprandel.

Os alimentos adquiridos no PAA 2017 são provenientes de 65 produtores rurais de nove municípios, incluindo Lajeado, Cruzeiro do Sul, Dois Lajeados, Encantado, Pouso Novo, Progresso, Imigrante, Venâncio Aires e Mato Leitão. Os produtos serão destinados ao Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), a pessoas inscritas no CAD ÚNICO da Secretaria do Trabalho, Habitação e Assistência Social (Sthas), a entidades assistenciais do município e famílias em situação de vulnerabilidade social. Entre as entidades estão Slan, Saidan, Adefil, Apadev, Vovolar, Trezentos de Gideon, Apae e Asla.

Marcelo Brandoli chamou a atenção para a importância do setor primário na economia. “A agricultura representa 27% do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil e 50% do PIB do Rio Grande do Sul”, salientou Brandoli.

Para o prefeito de Lajeado, o PAA será uma oportunidade para unir e fomentar a agricultura e utilização dos alimentos produzidos. “Todos os governos buscam parcerias para alcançar o desenvolvimento. Devemos seguir todos juntos com o objetivo de desenvolver a produção de alimentos, das famílias produtoras e das entidades beneficiadas”, salientou o prefeito de Lajeado, Marcelo Caumo.

Estima-se que mais de 4 mil pessoas sejam beneficiadas diretamente com o recebimento dos alimentos. A distribuição ocorrerá, semanalmente, no pavilhão 3 do Parque do Imigrante. No meio de cada semana, as entidades comunicarão suas respectivas demandas, ficando a cargo da Sedetag a solicitação dos pedidos aos agricultores, que entregarão os alimentos nas segundas-feiras. A Emater organizará, junto com os agricultores, a entrega dos produtos na central de recebimento, onde as entidades, por sua vez, deverão retirá-los. Já os integrantes do Programa Bolsa Família retirarão pessoalmente seus kits alimentares, em locais estratégicos dos bairros onde residem, a exemplo dos ginásios sede das associações de moradores. O PAA será fiscalizado pelo Conselho de Assistência Social de Lajeado.

Douglas Sandri destacou os benefícios da parceria. “O PAA proporcionará produtos de qualidade e procedência a um grande número de pessoas na cidade de Lajeado. Além disso, irá gerar economia de recursos públicos”, disse Sandri. Após o lançamento oficial do Programa, ocorreu a primeira distribuição dos alimentos por parte dos agricultores, que por sua vez foram destinados às entidades beneficiadas.

Texto: Ascom Lajeado